Arte

Quadrinhos: 16 sugestões para quem gosta do universo HQ

Redação Hypeness - 19/03/2021

Poucas formas de arte conjugam tão bem imagens e texto como o universo das histórias em quadrinhos. As chamadas “HQs” formulam narrativas figuradas que, em boa parte das vezes, apresentam mensagem profundas e de intensa reflexão filosófica.

‘Boa Sorte’: HQ inspira ao debater descoberta, aceitação da sexualidade e enfrentamento do luto

Aqui vão 16 sugestões para quem já é fã do estilo e para quem quer começar a ser:

‘O Diário de Anne Frank’, por Ari Folman e David Plonsky – R$ 38,19

Edição especial em HQ de um dos livros mais importantes do século XX. A única edição autorizada pelo Anne Frank Fonds. “O Diário de Anne Frank”, o depoimento da pequena Anne, morta pelos nazistas após passar anos escondida no sótão de uma casa em Amsterdã, ainda hoje emociona leitores no mundo inteiro. Suas anotações narram os sentimentos, os medos e as pequenas alegrias de uma menina judia que, como sua família, lutou em vão para sobreviver ao Holocausto. Lançado em 1947, “O Diário de Anne Frank” tornou-se um dos livros mais lidos do mundo. O relato tocante e impressionante das atrocidades e dos horrores cometidos contra os judeus faz deste livro um precioso documento e uma das obras mais importantes do século XX. Uma poderosa lembrança dos horrores de uma guerra, um testemunho eloquente do espírito humano. Assim podemos descrever os relatos feitos por Anne em seu diário. 

‘Nimona’, de Noelle Stevenson – R$ 49,90 (capa comum) / R$ 95,00 (capa dura)

Noelle Stevenson é autora, ilustradora e quadrinista. Pela criação de “Nimona”, foi premiada com um Eisner Award e finalista do National Book Award, ganhou o Slate Cartunist Studio Prize de Melhor Web Comic e foi indicada para o Harvey Award. Autora best-seller do New York Times, é também cocriadora da aclamada série de quadrinhos Lumberjanes.

A graphic novel protagonizada pela anti-heroína mais surpreendente, kick-ass e fora dos padrões que você vai conhecer. “Nimona” é uma metamorfa sem limites nem papas na língua, cujo maior sonho é ser comparsa de Lorde Ballister Coração-Negro, o maior vilão que já existiu. Mas ela não sabia que seu herói possuía escrúpulos. Menos ainda uma deliberada missão.

‘Chico Bento’ – Verdade, por Orlandeli – R$ 44,90

Chico Bento e sua família recebem a visita de um amargurado homem da cidade. E o menino caipira viverá uma grande aventura ao lado dele. Em sua segunda releitura do clássico personagem de Mauricio de Sousa, Orlandeli usa seu traço cheio de movimento para criar uma história repleta de ação, humor, mistérios, ensinamentos e… “Verdade”.

‘Turma da Mônica – Laços’, por Victor Cafaggi e Lu Cafaggi – R$ 42,66

O Floquinho desapareceu. Para encontrar seu cachorro de estimação, Cebolinha conta com os amigos Cascão, Mônica e Magali e, claro, um plano “infalível”. Em “Laços”, os irmãos Vitor e Lu Cafaggi levam os clássicos personagens de Mauricio de Sousa a uma aventura repleta de emoção, lembrança e perigos.

‘Watchmen – Edição Definitiva’, por Alan Moore – R$ 149,90

Uma das graphic novels mais influentes de todos os tempos e um eterno bestseller, “Watchmen” só cresceu em estatura desde sua publicação original, como minissérie, em 1986. Esta edição de luxo, com capa dura, papel especial e formato diferenciado, traz a lendária saga escrita por Alan Moore e desenhada por Dave Gibbons, totalmente recolorida digitalmente por John Higgings, o colorista original. Não apenas isso, o volume de 460 páginas também apresenta uma quantidade de extras jamais vista no Brasil, trazendo trechos do roteiro original, esboços de gibbons, comentários sobre os personagens, textos dos criadores e mais. Uma edição primorosa que não pode faltar na estante de nenhum colecionador. “Watchmen” foi considerada pela revista “Time” uma das cem melhores obras em língua inglesa de todos os tempos.

‘Roseira, Medalha, Engenho E Outras Histórias’, por Jefferson Costa (capa dura) – R$ 89,90

Baseado em lembranças coletivas e individuais, na oralidade, e em contos e “causos” que são passados de geração em geração, “Roseira, Medalha, Engenho e Outras Histórias” é um relato emocionante sobre a luta de pessoas reais vivendo uma vida duramente real. Acompanhe a trajetória de duas famílias às voltas com suas diferenças, tragédias e comédias, sonhos e perspectivas, construindo a sua história no sertão nordestino durante o movimento retirante da década de 1970. 

‘Degenerado’, por Chloé Cruchaudet (capa comum) – R$ 44,01

Degenerado” levou o Prêmio da edição 2014 do Festival de Angoulême na categoria Melhor Álbum Grande Prêmio da Associação de Críticos e Jornalistas de Quadrinhos francesa, em 2013

Paris, 1911. Paul e Louise se conhecem, se apaixonam e logo se casam. Paul está servindo o exército, quando a Primeira Guerra Mundial estoura e os separa. Ele quer escapar do inferno das trincheiras a todo custo e acaba se tornando um desertor, reencontrando Louise em Paris. Ele está são e salvo, mas condenado a permanecer escondido em um quarto de hotel. Para dar fim a sua clandestinidade, Paul imagina uma solução: mudar de identidade. A partir de agora ele se chamará Suzanne. Entre a confusão de gênero e o trauma da guerra, o casal terá um destino extraordinário. Inspirado em eventos reais, Degenerado é a história surpreendente de Louise e de seu marido travesti, que se apaixonaram e se separaram na Paris dos loucos anos 1920.

Baseado no livro “La Garçonne et l’assassin”, de Fabrice Virgili e Danièle Voldman.

‘Sabrina’, por Nick Drnaso – R$ 71,90 

Sabrina” entrou para a história como a primeira história em quadrinhos indicada ao Man Booker Prize, considerado o prêmio mais importante da literatura de língua inglesa. O livro narra o misterioso desaparecimento da jovem Sabrina e acompanha os reflexos desse evento na vida das pessoas ao seu redor: a angústia de Teddy, o namorado, que passa os dias na cama imaginando o paradeiro da garota desaparecida; a tensão de seu amigo Calvin, um oficial da Força Aérea que se vê subitamente envolvido na trama e o desespero da irmã Sandra, em busca de notícias, recusando-se a aceitar o pior. Em meio ao sofrimento da família, os fóruns alimentam a internet com teorias conspiratórias sobre o caso e disseminam fake news que ganham repercussão cada vez maior, borrando os limites entre realidade e ficção. 

‘Kusama: The Graphic Novel’, por Elisa Macellari (edição em inglês) – R$ 104,02 (capa dura)

Aos 91 anos, Yayoi Kusama honra com louvor o título que lhe foi dado anos atrás: o de artista mais popular do mundo. Mais uma prova disso é que a vida da japonesa nascida na área rural do país, em 1929, foi lançada em quadrinhos. O livro, “KUSAMA: The Graphic Novel”, é uma homenagem feita pela colega ítalo-tailandesa Elisa Macellari, que traz as reconhecidas bolinhas vermelhas de Kusama como destaque da obra.

A HQ conta a história desde a infância de Kusama, passando pela mudança para Nova York, nos Estados Unidos, na década de 1960, até sua ascensão no mundo artístico. Atualmente, a japonesa é uma das artistas mulheres mais caras do mundo. A obra “Interminable Net #4”, de 1959, foi vendida em um leilão, no ano passado, por US$ 8 milhões (cerca de R$ 43 milhões).

‘Crônicas Ameríndias’, por Gustavo Schimpp e Enrique Alcatena (em pré-venda) – R$ 62,90 (capa dura)

Crônicas Ameríndias” mergulha nas lendas e tradições dos povos indígenas da região dos Grandes Lagos. Ao longo de dez histórias marcadas pelo realismo mágico, Gustavo Schimpp e Enrique Alcatena nos apresentam a sociedades ritualísticas, nas quais coragem e covardia não necessariamente se opõem; crueldade e violência fazem parte da vida cotidiana; e em que a relação com a natureza está muito além da nossa compreensão. A edição tem acabamento de luxo, com formato grande, capa dura, 144 páginas em preto e branco, impressas em papel offset de alta gramatura, além de um marcador de páginas exclusivo. A data de lançamento é em 15 de abril. 

‘Trilogia Gatilho – Volume Único’, por Carlos Estefan (em pré-venda) – R$ 79,90 (capa dura)

Um dos maiores fenômenos dos quadrinhos nacionais, lançado originalmente em três volumes que rapidamente esgotaram suas tiragens, retorna em uma edição única e definitiva, agora em cores e com uma história extra!

A trilogia do “pistoleiro sem nome”, composta pelos volumes “Gatilho, Legado e Redenção”, foi publicada de maneira independente entre 2017 e 2019, e é amplamente ovacionada por público e crítica como um dos melhores faroestes já feitos no Brasil. Criada pelas habilidosas mãos do roteirista Carlos Estefan (Jones, Inc) e do desenhista Pedro Mauro (Mugiko), a “TRILOGIA GATILHO” narra a história de um pistoleiro caçador de recompensas que chega a uma cidade abandonada em busca de justiça. Mas, para conseguir o que quer, ele precisará enfrentar muito mais do que o homem que procura… Terá que exorcizar fantasmas do passado. A data de lançamento será no dia 31/03.

‘French Milk’, por Lucy Knisley (edição em inglês) – R$ 104,20

Em “French Milk”, por meio de desenhos, fotografias e reflexões, Lucy Knisley, de 23 anos, documenta uma viagem de seis semanas que ela e sua mãe fizeram a Paris quando cada uma estava vivendo um aniversário marcante. Com um apartamento peculiar, elas partiram para explorar tudo o que a cidade tem a oferecer, assistindo a fogos de artifício sobre a Torre Eiffel na véspera de Ano Novo, visitando o túmulo de Oscar Wilde, passeando em cafés e, é claro, bebendo um delicioso leite francês. O que acontece não é apenas uma jornada doce e saborosa pela Cidade da Luz, mas um olhar pessoal e comovente sobre o relacionamento mãe-filha

‘Ghost World’, por Daniel Clowes – R$ 36,83

Ghost World”, uma das graphic novels mais vendidas e aclamadas de todos os tempos, conta a história de duas adolescentes incrivelmente irônicas e cheias de si que se veem diante da incômoda incerteza da vida pós ensino médio. Enquanto tentam conduzir sua longa amizade a uma nova era, as estruturas de sua relação são abaladas, e o que parecia ser um futuro de infinitas possibilidades aos poucos se torna uma intrusiva realidade que envolve shoppings, subempregos e memórias dissolventes. Ghost World é também um filme que recebeu, em 2002, indicação ao Oscar de Melhor Roteiro Adaptado.

Esta edição especial, com introdução de Daniel Clowes e recheada de extras incríveis, é imprescindível a qualquer estante respeitável de quadrinhos.

‘O Homem sem Talento’, por Yoshiharu Tsuge (capa dura) – R$ 49,97 

Originalmente publicado em 1985 no Japão, “O Homem Sem Talento” é um trabalho icônico do gênero mangá watakushi (“quadrinhos do eu”), como são conhecidos os quadrinhos autobiográficos japoneses, cujo pioneiro é justamente o próprio Yoshiharu Tsuge. O protagonista, alter-ego do desenhista, é um autor de mangá que se recusa a comprometer seu trabalho e ceder às pressões da indústria editorial. Diante das vicissitudes da existência, ele parece determinado a tornar sua vida uma estranha ode ao fracasso, vendendo pedras retiradas de um rio perto de sua casa. Pedras que ninguém parece ter interesse em comprar. De maneira lenta, mas persistente, o “homem sem talento” se coloca à parte de uma sociedade que não lhe interessa mais, enquanto sua esposa insiste em vão para que ele encontre uma maneira de dar uma vida digna à sua família. Ao longo das páginas, Tsuge transforma essa história de fracasso em um poema assustador e desesperado, mas com um toque de humor e uma irônica redenção.

‘Duplo Eu’, por Navie e Audrey Lainé (capa comum) – R$ 40,36 

Navie estava doente. Tinha obesidade mórbida e sofria todos os dias com um sorriso no rosto. Aceitar-se é sempre difícil, mas para Navie amar a si mesma era como amar um reflexo de seu sofrimento. Ela tinha um duplo, carregava o peso de uma segunda pessoa de quem ela tentou fugir, tentou amar e finalmente matar. Mas como você se mata sem morrer? “Duplo Eu” é um testemunho raro e forte de uma luta que por vezes travamos com nós mesmos.

‘The Boys Volume 1: O Nome do Jogo’, por Garth Ennis – R$ 55,59

Num mundo em que heróis uniformizados cortam os céus e vigilantes mascarados espreitam à noite, alguém tem de cuidar para que esses “supers” não saiam da linha. Billy Carniceiro, Hughie Mijão, Leite Materno, O Francês e A Fêmea são The Boys: uma equipe da CIA formada por pessoas muito perigosas, cada uma delas dedicada à luta contra os superseres da Terra que ultrapassam os limites da lei. Alguns super-heróis têm de ser vigiados. Alguns precisam ser controlados. E outros, às vezes, precisam ser tirados de cena… É aí que você chama “The Boys”.

(Este volume reúne The Boys #01 a #06.)

*A Amazon e o Hypeness uniram forças neste fim de ano para te ajudar a aproveitar o melhor que a plataforma oferece e entrar em 2021 com o pé direito. Pérolas, achados, preços suculentos e outros garimpos com uma curadoria especial feita pela nossa redação. Fique de olho na tag #CuradoriaAmazon e acompanhe nossas seleções.

Publicidade

Fotos: Amazon/Divulgação


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.