Inovação

Startup cria patente para combinar psicodélicos e maconha em nome da ciência

Vitor Paiva - 01/03/2021 | Atualizada em - 05/03/2021

Se hoje, com a tendência de legalização do uso recreativo tanto da maconha quanto de cogumelos alucinógenos em alta nos EUA e outros países do mundo, são diversas as empresas oferecendo produtos utilizando tais componentes, uma startup estadunidense tornou-se a primeira a combinar os dois princípios ativos – como o THC da Cannabis e a psilocibina dos cogumelos – em uma só patente. Fundada em 2019 no subúrbio da cidade de Seattle, no estado de Washington, a CaaMTech pretende reunir os dois componentes em uma série de produtos variados, a serem utilizados tanto de forma recreativa quanto com finalidades terapêuticas.

cogumelos alucinógenos

Brasil lidera frente mundial de pesquisa sobre uso medicinal de LSD, cogumelos, MDMA e Ayahuasca

Trata-se de uma combinação que sempre foi popular entre os usuários das duas drogas mesmo quando ainda eram ilegais (como ainda são em muitos países), mas que nunca foi combinada em um produto único, legalizado e controlado. A patente se desdobra em produtos variados, como comprimidos, balas, comestíveis ou em pó, e foi aprovada em janeiro desse ano – a CaaMTech, porém, possui outros 110 pedidos de patente abertos desde 2017, mostrando o quanto a empresa pretende desenvolver outros produtos e possibilidades terapêuticas combinando os químicos.

flor da maconha

Remédios à base de maconha devem estar nas farmácias em junho

“CaaMTech está melhorando a saúde e a felicidade da humanidade criando e otimizando compostos e fórmulas psicodélicas através de inovações contínuas e ciência rigorosa”, diz o site da empresa, que sublinha que a equipe da empresa é formada por um seleto grupo de especialistas, cientistas e profissionais de “Princeton, Harvard e Cornell”, diz. O trabalho da empresa se baseia em uma série de pesquisas e estudos ao longo dos anos que sugerem o potencial terapêutico tanto da maconha quanto dos cogumelos alucinógenos para tratamentos de diversos males psíquicos. O uso de tais drogas como medicamentos, porém, é polêmico e não é visto com unanimidade na comunidade científica.

cogumelos "mágicos" secos

cogumelos “mágicos” secos

Acredite se puder: a Amazon patenteou a fotografia com fundo branco

A combinação dos derivados da maconha e dos cogumelos na patente da CaaMTech não é, no entanto, explicada somente por tais potenciais: ela se dá também por ser impossível patentear, por exemplo, somente o THC ou a psilocibina – são drogas que existem na natureza, são conhecidas pela ciência há décadas e não podem ser patenteadas. “Compreender os psicodélicos naturais e drogas psicoativas e aprender como essas combinações funcionam será importante mesmo que somente do ponto de vista científico”, comentou Andrew Chadeayne, CEO e fundador da CaaMTech. “Estamos tentando oferecer ferramentas para descobrirmos quais os melhores produtos, e tenho certeza que o melhor caminho é conhecer as drogas”.

Publicidade

© fotos: Wikimedia Commons/CC


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é mestre e doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Publica artigos, ensaios e reportagens, é autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Pesquisadores de Harvard e Massachusetts desenvolvem máscara que pode detectar Covid-19