Arte

Van Gogh tem quadro revelado ao público pela 1ª vez em 100 anos; pintura foi a leilão

Vitor Paiva - 15/03/2021

Um quadro pintado por Vincent Van Gogh em 1887 e jamais antes exibido ao público foi posto à venda pela casa de leilões Sotheby’s.

Intitulado Scène de rue à Montmartre (Cena de rua em Montmartre, em tradução livre) o quadro era há 100 anos parte de um acervo particular, nunca antes exibido em um museu ou exposição, e mostra um casal caminhando por uma trecho do célebre bairro francês no final do século XIX, quando ainda havia traços rurais na região, e está estimado em um valor de partida entre 5 e 8 milhões de euros – equivalente a 33 a 53 milhões de reais.

O quadro Scène de rue à Montmartre, de Vincent Van Gogh

O quadro de Van Gogh fazia parte de coleção particular há 100 anos © Sotheby’s

5 lugares que inspiraram alguns dos quadros mais incríveis de Van Gogh

Com 46,1 x 61,3 cm, a obra foi pintada durante o “período parisiense” do pintor holandês, quando seu irmão Theo estava na capital francesa durante os anos de 1886 e 1887, e mostra o moinho de vento que havia no bairro de Montmartre até 1911, quando foi destruído.

Scène de rue à Montmartre, de Vincent Van Gogh, em parede da Sotheby's

Scène de rue à Montmartre em parede da casa de leilão © Sotheby’s

“O aparecimento de uma obra desse calibre no mercado, e de uma série tão icônica, é, sem dúvida, um acontecimento importante”, afirmou comunicado da casa de leilões, que confirmou também o estado irretocável da obra, que permanece com “cores muito brilhantes” como se tivesse sido “pintado nesta manhã”.

Importância do quadro

Segundo a Sotheby’s, a obra constava em catálogos e livros especializados, mas através de uma foto em preto e branco. O quadro nunca foi exposta ao público, sendo parte de coleção privada de uma família francesa há mais de 100 anos – não há confirmações sobre como tornou-se posse da família.

Leilão do quadro Lallée Des Alyscamps, de Van Gogh, vendido pela Sotheby's anos atrás por US$ 66 milhões de dólares

Leilão do quadro Lallée Des Alyscamps, de Van Gogh, vendido pela Sotheby’s anos atrás por US$ 66 milhões de dólares © Getty Images

Quando o pintor Edward Hopper foi a Paris para se tornar um mestre

Scène de rue à Montmartre não é somente uma obra grandiosa feita pelo artista, mas também é parte da rara série de pinturas mostrando o lendário Moulin de la Galette, moinho de Montmartre”, comentou a casa de leilão em post revelando a pintura.

Turnê antes de leilão

Ainda pela legenda do post, o quadro seria um dos pontos “onde Van Gogh teria primeiro se encontrado com a vanguarda, momento que se revelou uma fagulha de transformação em sua paleta, substituindo a tonalidade escura de seus primeiros trabalhos, substituída pelas cores com todo seu brilho”, diz.

O quadro Scène de rue à Montmartre, de Vincent Van Gogh

O moinho de Montmartre pintado por Van Gogh foi destruído em 1911 © Sotheby’s

Violão de Kurt Cobain é leiloado como o mais caro da história por motivo político

O valor da pintura está sendo visto como uma pechincha por especialistas, e antes da venda a obra foi enviada em uma turnê pelo mundo, exibida primeiramente em Amsterdam entre os dias 01 e 03 de março, em seguida em Hong Kong entre os dias 09 e 12 de março, para retornar a Paris no dia 16, e enfim ir a leilão.

Publicidade

© fotos: créditos


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.