Ciência

Bruxas ou médicas? Garrafa encontrada em chaminé reforça que bruxas eram cuidadoras

Yuri Ferreira - 06/04/2021 | Atualizada em - 19/05/2021

A caça às bruxas parece uma história longínqua, mas ela carrega raízes até hoje na nossa sociedade. Trata-se de uma das mais brutais fases da instituição do patriarcado na civilização europeia, que viria a exportar o seu modelo de sociedade para o resto do mundo. Uma recente descoberta feita na Inglaterra reforça a tese de que as bruxas eram apenas curandeiras e parteiras perseguidas pelo cristianismo.

– Família luta por Justiça pela memória de antepassada queimada como bruxa há 350 anos

Caça às bruxas

Julgamento de “bruxas” na Idade Média matou pelo menos 40 mil pessoas, mas números podem chegar a 100 mil pessoas mortas pelo crime de bruxaria na Europa

Um grupo de construtores estavam demolindo um antigo pub na cidade de Watford, na Inglaterra, e descobriram uma “garrafa de bruxa”. Dentro da garrafa havia dentes, anzóis de pescaria e urina. Segundo pesquisadores, a urina cumpriria um papel medicinal na tese das curandeiras da época. Ela foi encontrada em uma chaminé, o que indica que os membros da estalagem eram prováveis puritanos.

Marcas antigas feitas por bruxas são encontradas em caverna na Inglaterra

A perseguição das mulheres curandeiras, parteiras e profissionais de saúde durante a Idade Média foram perseguidas porque o controle dos corpos deveria ficar resguardado aos homens. As antropólogas Barbara Ehrenreich e Deirdre English afirmam que a necessidade dos homens de dominarem as técnicas da medicina cumpriu papel essencial nas motivações para a caça às bruxas que, conforme mostra a história, de bruxas não tinham nada.

“As bruxas viveram e morreram na fogueira muito antes de que aparecesse a moderna tecnologia médica. A maior parte dessas mulheres condenadas como bruxas eram simplesmente curandeiras não profissionais a serviço da população camponesa e sua repressão marca uma das primeiras etapas na luta dos homens para eliminaras mulheres da prática da medicina”, afirmam as antropólogas no artigo Bruxas, Parteiras e Enfermeiras.

Qual é a sua magia? Ilustradora cria as bruxas de cada signo

A caça às bruxas é um marco institucional do patriarcado e compreender como o controle dos corpos foi cooptado pelos homens é essencial. Esse momento histórico carrega marcas até hoje e mostra como os saberes tradicionais foram criminalizados e perseguidos.

 

 

Publicidade

Fotos: Domínio Público


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness.