Debate

Covid-19 mata aos 52 anos atleta campeã da ‘São Silvestre’

Redação Hypeness - 09/04/2021

A Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT) confirmou o falecimento de Roseli Aparecida Machado, ex-atleta olímpica e campeã da Maratona de São Silvestre. Aos 52 anos, ela é mais uma das vítimas da covid-19.

Rosi, que tinha relamente histórico de atleta, ganhou notoriedade nos anos 1990 e era considerada uma das maiores corredoras do país. Ela foi campeã da São Silvestre em 1996, e também representou o Brasil na prova de 5.000 metros dos Jogos Olímpicos de Atlanta, no mesmo ano.

– Doria quer demolir complexo esportivo do Ibirapuera para construir shopping

– A história de Melânia Luz, a 1ª mulher negra membra de uma delegação olímpica do Brasil

Covid-19 mata aos 52 anos atleta campeã da ‘São Silvestre’

– Coronavírus cresce 250% entre Yanomami e pesquisadores falam em descontrole

Nascida em em Coronel Macedo (SP), Roseli foi criada em Santana do Itararé, no Paraná. Foi lá que, aos 14 anos, um professor de educação física notou seu talento e a convidou a praticar atletismo. Roseli passou a treinar no Centro de Treinamento de Londrina (PR) e a treinar com o professor Antônio Carlos Gomes.

Roseli Machado se formou em Educação Física com especialização em Fisiologia do Exercício. A partir de 2002, passou a trabalhar como treinadora de atletismo. Após contrair o coronavírus, ela ficou internada em Curitiba, onde permaneceu intubada por duas semanas, mas não resistiu. Ela morreu às 5h05, desta quinta-feira (8).

Publicidade

Foto: Divulgação/CBAt


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.