Fotografia

Foto gigante capta Via Láctea em alta definição após 12 anos de trabalho

Vitor Paiva - 16/04/2021 | Atualizada em - 20/04/2021

20 milhões de estrelas foram precisamente registradas em um mosaico de 1.7 gigapixel realizado pelo fotógrafo finlandês J-P Metsavainio. Detalhando cada ponto e cada esquina do registro com precisão e riqueza gráfica inéditas, o projeto oferece 125 graus de uma imagem que vai da constelação de Taurus até Cygnus, e foi feito a partir de 234 imagens individuais registradas pelo fotógrafo e combinadas em numa extensão de 100 mil pixels.

Detalhe da nebulosa Califórnia

Detalhe da nebulosa Califórnia, na montagem do fotógrafo

-Ele levou 3 anos para fotografar a Via Láctea e o resultado é incrível

O projeto começou a ser realizado em 2009, e exigiu não só 12 anos como 1.250 horas de exposição na câmera pra ser finalizado, e tornado em um incrível mapa panorâmico em alta definição. “Como um artista visual, a composição da imagem significa muito pra mim”, comentou, em reportagem do site Colossal. “Ao longo dos anos, eu tirei centenas de fotos de pontos individuais da Via Láctea, e cada imagem tirada é um trabalho artístico independente”, comenta, oferecendo a dimensão de sua dedicação em mais de uma década.

montagem da via láctea pelo fotógrafo

Recorte proporcional do trabalho

-Este incrível app de realidade aumentada permite ver estrelas e constelações onde quer que você esteja

As imagens foram tiradas com câmeras diversas ao longo dos anos, e depois devidamente trabalhadas no Photoshop uma a uma – para só então passarem a compor o imenso mosaico que enfim ficou pronto. “Eu sempre mantive em mente as necessidades dessa imensa composição final”, comentou, lembrando que sua técnica de registro passou por inicialmente registrar os elementos mais visíveis, como supernovas, para só então começar a procurar por fotos que preencheram os espaços entre as imagens.

Outra parte detalhada da Via Láctea na montagem

Outra parte detalhada da Via Láctea na montagem

-Telescópio Hubble capta imagem do verão de Saturno incrivelmente nítida

Em seu site o fotógrafo finlandês oferece detalhes de seu processo e do equipamento utilizado, assim como impressões e reflexões sobre a profundidade e o sentido desse trabalho. “Eu ouço música nessa composição – dos sons agudos de fagulhas e bolhas à esquerda, ao som grave e mássico à direita”, comenta. Além das informações gerais e maiores detalhes, o site também oferece a opção de se comprar prints em alta definição da composição – que pode ser vista aqui, nos céus em uma noite estrelada, ou numa tela de Van Gogh.

Outra parte detalhada da Via Láctea na montagem

Uma das tantas nebulosas registradas

Publicidade

© fotos: J-P Metsavainio/reprodução


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.