Tecnologia

iPhone 12 é praticamente inquebrável e à prova d’água; campanha ilustra resistência do modelo

Vitor Paiva - 01/04/2021

O iPhone 12 chegou às lojas no final do ano passado como um aparelho praticamente inquebrável e à prova d’água,  trazendo não somente avanços em sua velocidade, conexão, resolução ou tamanho, mas também solução para alguns dos mais recorrentes problemas que os usuários de (tão caros) smartphones enfrentam: as telas quebradas e a sensibilidade à água. O último modelo de smartphone da Apple, segundo sua divulgação, é o aparelho já lançado mais resistente contra quedas e batidas, e ainda mais protegido do efeito de líquidos e outros invasores que podem danificar o telefone – e a nova campanha lançada pela marca ilustra tais proteções na prática e com humor.

iPhone 12

O iPhone 12 promete ser inquebrável e à prova d’água © divulgação

-Artista suíço transforma vidros rachados em incríveis retratos

O primeiro vídeo, intitulado “Cook” (“cozinhar”, em tradução livre), mostra justamente um homem preparando uma refeição sem qualquer cuidado ou organização, com seu iPhone 12 recebendo todo tipo de líquidos, sujeiras e impactos do preparo – e sem preocupar em nada o inabalável cozinheiro.

A resistência do aparelho é tamanha, que no vídeo o homem faz o impensável até então, e “lava” seu telefone debaixo de uma torneira, demonstrando se tratar de fato de um smartphone impermeável – ao menos para quem tiver coragem de testar.

iPhone 12 sujo de comida

O iPhone sujo de comida no vídeo © reprodução

-Mulher paga R$ 8 mil por iPhone 12 e recebe caixinha de leite sabor maçã no lugar

O segundo vídeo retrata uma situação ainda mais recorrente, especialmente para os mais destrambelhados e desatentos: o desespero para evitar a queda de um iPhone diretamente no chão – e o pânico, quando o impacto ocorre, ao investigar os danos provocados pela queda.

O nome “Atrapalhada” é preciso, e o vídeo mostra uma jovem tentando por metros e metros de rua impedir que seu iPhone 12 caia no chão – quando a tentativa falha e o aparelho aterrissa em pleno asfalto, porém, o desespero se acalma: ela simplesmente pega o telefone e continua a falar como se nada tivesse acontecido.

O iPhone 12 "molhado" na divulgação da Apple

O iPhone 12 “molhado” na divulgação da Apple © divulgação

-Motorola patenteia tela de smartphone capaz de se regenerar depois de se quebrar

Tela de cerâmica

Segundo o site da Apple, a tela do novo iPhone 12 é feita com um material totalmente novo, intitulado Ceramic Shield (Escudo de cerâmica, em tradução livre) que é produzido “ partir da aplicação, no vidro, de cristais de nanocerâmica mais duros do que a maioria dos metais”. De acordo com a divulgação, tal tecnologia torna a nova tela 4 vezes mais resistente a quedas sem afetar a transparência, tornando a tela do aparelho “mais forte do que qualquer outro vidro para celular”.

O iPhone 12 é de fato à prova d’água?

A campanha dá a entender que sim, e texto de divulgação da Apple sugerem uma resistência inédita à água, mas alguns pontos do comunicado levantam dúvidas e já provocaram problemas judiciais para a empresa. “O iPhone 12 e o iPhone 12 mini são resistentes a respingos, água e poeira, e foram testados em laboratórios controlados com uma avaliação de IP68 sob o padrão IEC 60529 (profundidade máxima de 6 metros e até 30 minutos)”, diz o texto, que lembra que a resistência pode perder a força com o tempo, e que não se deve tentar carregar um iPhone molhado.

O iPhone 12 "molhado" na divulgação da Apple

A empresa perdeu processo na Itália por não pagar garantia por aparelho molhado © divulgação

-Nokia brilha no Top 10 de celulares mais vendidos de todos os tempos

O fim do comunicado, porém, é que provocou tensão entre os usuários: “Danos provocados por líquidos não serão cobertos pela garantia”. O paradoxo do aparelho que se diz impermeável até mesmo em vídeo mas que não cobre em sua garantia esse justo atrativo – especialmente por se tratar de um smartphone que, no Brasil, custa a partir de R$ 7 mil, mas pode passar dos R$ 10 mil com facilidade – criou um dilema que, na Itália, por exemplo, levou a Apple a ser punida em 10 milhões de euros por, segundo o caso, afirmações que confundem o consumidor no que diz respeito à resistência do aparelho à água.

Publicidade

© fotos: reprodução/divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.


X
Próxima notícia Hypeness:
Yahoo respostas sairá do ar; confira momentos épicos para já sentir saudades