Debate

Margareth Menezes se manifesta após ter nome citado em fala racista de comentarista

Redação Hypeness - 26/04/2021

Citada em comentários preconceituosos por comentaristas do site MyCujoo, a cantora Margareth Menezes se pronunciou por meio de nota repudiando a atitude da equipe. Aconteceu na tarde do domingo (25), durante a transmissão do jogo Bahia x Napoli, válido pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro feminino. 

Edson Florão usou o termo “cabelos exóticos” para se referir aos cabelos crespos das jogadoras, que em sua maioria são negras. “O Bahia, que está aí com a sua vantagem de estatura, com esses cabelos exóticos. Pelo menos meia dúzia (das jogadoras). A Nine (lateral direita) tem o cabelo mais exótico, me parece, dessa equipe do Bahia”.

– Estudante denuncia racismo por foto de cabelo black power: ‘Rodolffo, vem aqui’

A assessoria do Bahia divulgou que planeja uma ação em conjunto com a cantora Margareth Menezes, que é torcedora Tricolor

Narrador da partida, Paulo Cesar Ferrarin citou o nome da cantora Margareth Menezes para complementar o comentário racista. “Verdade. Eu até ‘tava’ brincando com esses cabelos. Parece a Margareth Menezes (cantora), lá da Bahia”.

– ‘BBB’: desabafo de João sobre cabelo é ferida aberta do racismo. E há quem não entenda

Chamar cabelos crespos de “exóticos” em um país de maioria negra é, no mínimo, ultrapassado e preconceituoso. Por isso, a cantora não deixou barato. “O fatídico episódio de hoje, durante o jogo Napoli x Bahia, em que comentários preconceituosos foram direcionados às atletas e à artista Margareth Menezes, é algo que não pode ocorrer”, disse a equipe de Maga em seu perfil oficial no Instagram. 

Já a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), provocada por usuários do Twitter, emitiu uma nota oficial na noite deste domingo (25) também repudiando o ocorrido.

“Durante a partida Napoli x Bahia, pelo Brasileiro Feminino A-1, a equipe de transmissão do MyCujoo fez comentários preconceituosos direcionados a atletas do Bahia. A CBF lamenta profundamente o ocorrido e informa que solicitou ao MyCujoo que os profissionais fossem afastados imediatamente das transmissões, o que foi prontamente atendido pela plataforma. Não podemos admitir que o futebol seja palco para esse tipo de comportamento”, ressaltou a entidada máxima do futebol brasileiro. 

– Racismo: mulher é presa depois de chamar homem em ônibus de ‘macaco fedorento’

Confira o momento em que o comentário preconceituoso foi feito: 

Os pronunciamentos de Margareth Menezes: 

O Bahia está disputando pela primeira vez a Série A-1 do Brasileirão Feminino, a elite da modalidade no país. As Mulheres de Aço estão em 10º lugar com dois pontos conquistados em três partidas. Na quarta-feira (28), elas enfrentam a equipe da Ferroviária, em Pituaçu, pela quarta rodada. O Bahia empatou por 2×2 na partida marcada por mais um caso de racismo. 

Publicidade

Fotos: Reprodução/Instagram


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.