Ciência

Marte tem terremotos fortes registrados por sonda; abalo é provocado por vulcão

Redação Hypeness - 05/04/2021

A sonda InSight, há quase dois anos em explorando Marte em nome da Agência Espacial Americana (NASA), detectou sinais fortes e claros de dois terremotos na região conhecida como Cerberus Fossae. O anúncio foi feito na manhã desta na quinta-feira (1), mas os eventos ocorreram por lá entre os dias 7 e 18 de março.  

Cerberus Fossae é uma área do planeta vermelho conhecida por um conjunto de fissuras semiparalelas formadas por falhas. Segundo a  equipe de ciência do InSight, a intensidade dos tremores no local foi de 3,3 e 3,1, e 500 terremotos, depois batizados de ‘martemotos‘ já foram registrados pelos especialistas. 

– Nasa publica fotos de dunas em Marte com água congelada

Imagem da expedição da NASA em Marte

Ao contrário da Terra, Marte não possui placas tectônicas. E esses monitoramentos servem, justamente, para compreender os fenômenos que ocorrem no planeta vermelho. Os tremores, acreditam os especialistas, são causados por atividades vulcânicas, que podem causar estrondos. 

Sons marcianos 

Além da atividade do solo, a pesquisa da NASA já identificou os efeitos sonoros que podem ser ouvidos direto Marte. Para isso, a agência espcial dos Estados Unidos utilizou um sismômetro, conhecido como Seismic Experiment for Interior Structure – Experiência Sísmica para Estrutura Interior, em português (SEIS). 

– Estas são as melhores fotos de 7 anos de expedição da Nasa em Marte

O mecanismo foi desenvolvido para detectar e registrar os incompreensíveis sons de Marte, permitindo que os cientistas aprendam mais sobre a estrutura principal do planeta vermelho. O ‘SEIS’ está plantado em Marte desde dezembro de 2018 e já captou cerca de 100 fenômenos sonoros descritos pela NASA como “fortemente considerados como terremotos”

Publicidade

Foto: Curiosity/Nasa


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.