Ciência

Meteorito achado na África pode estar ligado ao 2º maior asteroide do Sistema Solar

Redação Hypeness - 27/04/2021

Um meteorito encontrado no deserto de Kalahari, em Botswana, pode ser um fragmento de Vesta, o segundo maior asteroide do Sistema Solar. O meteorito caiu na Terra em 2018, quando foi denominado “2018 LA”. Já foram encontrados 23 fragmentos do meteorito, que originalmente media 1,5 metro de diâmetro e tinha voado no espaço por cerca de 22 a 23 milhões de anos antes de atingir nosso planeta.

– Meteorito cai em garagem na Inglaterra e pode ajudar a explicar a origem do Sistema Solar

Meteorito achado na África pode estar ligado ao 2º maior asteroide do Sistema Solar

O corpo espacial foi identificado pela primeira vez pelo Catalina Sky Survey, da Universidade do Arizona (EUA), como um ponto de luz tênue assomando no espaço interestelar.

Somado ao que foi obtido pela Universidade do Arizona com informações do Telescópio SkyMapper na Universidade Nacional da Austrália (ANU, sigla em inglês), cientistas perceberam que o meteoro se desintegrou na região do Central Kalahari Game Reserve, um parque nacional no deserto de Kalahari.

– Maior meteorito já encontrado na Alemanha passou décadas como ‘pedra’ no quintal

– NASA divulga mapa com 4 mil exoplanetas e mostra que somos minúsculos

O meteorito estava no deserto de Kalahari

Os especialistas analisaram suas versões de elementos químicos com diferentes números de nêutrons dos vistos na tabela periódica. São eles, os isótopos, que indicam a composição química e o tamanho do asteroide original, antes de explodir na atmosfera. 

De acordo com os resultados, um conjunto de meteoros que caiu na Turquia, assim como os fragmentos de 2018 foram categorizados como meteoritos howardita-eucrita-diogenita (HED), que são a única classe de meteoritos derivados de Vesta.

Publicidade

Fotos: Divulgação/SETI Institute


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.