Decoração

‘New Yorkers’: livro mostra o espírito louco e diverso de Nova York através de fotos de seus moradores e suas casas

Vitor Paiva - 09/04/2021 | Atualizada em - 13/04/2021

Toda cidade é única, mas poucas são tão única quanto Nova York – e o mesmo pode ser dito de seus habitantes: o trabalho da fotógrafa Sally Davies no livro New Yorkers (apelido dado aos moradores da cidade) foi justamente o de registrar a singularidade, a variedade, as cores, o espírito e o estilo de alguns do mais exóticos cidadãos e cidadãs da Grande Maçã. Para isso, o livro reúne 70 retratos íntimos, tirados dentro das casas e apartamentos de cada personagem, junto de causos, relatos e testemunhos sobre o que é ser um “New Yorker” – um habitante de Nova York no seu sentido mais radical e singular.

X Baczewsky no livro "New Yorkers"

X Baczewsky

-Fotografias mostram como era feito o NY Times nos anos 1940; parece que foi em outra vida

O livro captura um “relance intoxicante da cena alternativa antes dos personagens serem movidos pelas ondas de gentrificação”, diz o texto de divulgação. “Um elenco de artistas drag, donos de loja, médicos, passeadores de cachorro, médiuns, motoristas de taxi, escritores, artistas, tatuadores, donos de galeria, fotógrafos, produtores cinematográficos, designers, dançarinos e músicos” forma a vasta fauna fotografada por Davies. Entre os personagens registrados no livro estão habitantes lendários de Nova York, como a artista Laurie Anderson, o empresário musical Danny Fields e o figurinista William Ivey Long.

William Ivey Long no livro "New Yorkers"

William Ivey Long

Suzanne Mallouk e sua casa no livro "New Yorkers"

Suzanne Mallouk

Sur Rodney e sua casa no livro "New Yorkers"

Sur Rodney

-Capitalismo decadente: o prédio de R$ 17 bilhões que está se desfazendo em Manhattan

“Eu não amo tudo sobre Nova York, mas o que eu amo me mantém aqui há quase 40 anos”, diz a fotógrafa, que também se fotografou para o livro. “Eu amo a diversidade, e como todos nós vivemos aqui juntos, nos dias bons e ruins, como uma imensa família disfuncional. Tenho sorte de ter vivido aqui também durante os loucos e mágicos tempos passados, antes da cidade ficar tão burguesa”, comenta.

Steven Hammel e sua casa no livro "New Yorkers"

Steven Hammel

Sally Davies e sua casa no livro "New Yorkers"

Autora, a fotógrafa Sally Davies e sua casa também estão no livro

Pamela Lubell e sua casa no livro "New Yorkers"

Pamela Lubell

-Mulher encontra apartamento escondido em buraco atrás de espelho do banheiro em NY

Os personagens do livro não são somente as pessoas, mas também os apartamentos e as casas – seus tamanhos, suas decorações, suas diferenças, suas semelhanças, tudo tão variados e louco quanto a própria cidade. A própria Davies mudou-se para cidade em 1983, para viver no apartamento onde antes quem morava era o lendário poeta beat Allen Ginsberg – também um dos mais emblemáticos personagens da cidade.

Michael McMahon e sua casa no livro "New Yorkers"

Michael McMahon

Meta Hillmann e sua casa no livro "New Yorkers"

Meta Hillmann

Laurie Anderson e sua casa no livro "New Yorkers"

A artista Laurie Anderson

Liz Duffy Adam e sua casa no livro "New Yorkers"

Liz Duffy Adam

-The New Yorker e suas tirinhas dão toque de sensibilidade para desafios da pandemia

“A cidade de Nova York é um organismo vivo, sempre crescendo e mudando”, diz Suzanne Mallouk, também retratada. “É uma cidade muito viva, cujo ritmo se sincroniza em harmonia com o meu. Eu me sinto deprimida em qualquer outro lugar”.

James Kaston e sua casa no livro "New Yorkers"

James Kaston

Gerald DeCock e sua casa no livro "New Yorkers"

Gerald DeCock

Flloyd NYC e sua casa no livro "New Yorkers"

Flloyd NYC

Danny Fields e sua casa no livro "New Yorkers"

Danny Fields

Publicidade

© fotos: Sally Davies


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.