Inspiração

9 sites e portais para aprender e se munir de informações sobre maconha

Gabriela Rassy - 22/04/2021 | Atualizada em - 26/04/2021

A cannabis, ou maconha para os íntimos, é uma das mais poderosas espécies vegetais do mundo. E se por muito tempo falamos dela em gramas ou em terríveis notícias sobre violência e opressão policial, hoje ela ocupa os noticiários associada ao seu potencial medicinal, às infinitas possibilidades para seu uso industrial e na farta arrecadação de impostos vindos da regulamentação para seu uso adulto recreativo. Parece que o jogo virou, não é queridinha?

Se você nasceu na metade para o fim dos anos 80 ou antes, deve se lembrar do bizarro (porém hoje maravilhoso) ET Bilu e sua frase icônica: busquem conhecimento. A ignorância pode parecer confortável, mas nada como saber para argumentar. Dar uma opinião ou entrar numa conversa sabendo exatamente do que estamos falando.

Quando a maconha entra em cena, é importante estarmos informades para não cairmos nas arapucas do conservadorismo injustificável. Nos amantes dos tabus em prol da manutenção de um sistema que se vale da guerra às drogas para excluir, prender, violentar e matar quem não interessa ao poder vigente – e vamos mal nesse quesito.

Além de ocupar as manchetes com boas novas pelo mundo – e alguns passos significativos porém aquém das necessidades da sociedade brasileira -, a maconha passou a ser tema de diversas plataformas que trazem conhecimento sobre cannabis.

O que antes era dito de forma ativista, na cara e na coragem, hoje encontra terreno para disseminar informação. E esta é nossa maior arma para a quebra de preconceitos injustificados e evolução.

Vale lembrar que legalização não se trata apenas de fumar maconha e se beneficiar de seus efeitos psicotrópicos. É um direito à vida, como me explicou Cidinha, à frente da Cultive, uma associação que nasce para auxiliar famílias que precisam de medicamentos feitos à base de cannabis e que garantem a sobrevivência de milhares de pessoas no Brasil.

No Hypeness sempre publicamos notícias neste sentido, mas vamos listar aqui uma série de sites que exploram o universo canábico e garantem que a gente se arme de conhecimento para falar sobre o tema. Vamos nessa!

Growroom
O primeiro site sobre Cannabis do Brasil, o maior fórum online sobre maconha em português da América Latina. Seu criador, o carioca William Lantelme vive desde 2018 em Montevidéu, no Uruguai, de onde se dedica à produção e divulgação de cursos sobre o cultivo caseiro da planta. É ali que muitas mães e pais de crianças e adolescentes com problemas graves de saúde, como epilepsia, encontram informações para dar qualidade de vida à suas famílias.

O site se divide em Cultivo de Maconha, Strains (variedades de plantas), Cultura Cannábica, Cannabis Medicinal e Culinária Cannábica. O site disponibiliza ainda material gratuito para ser baixado.

Maryjuana
Lançado em abril de 2012, o Maryjuana é um projeto jornalístico dedicado à produção de conteúdo sobre maconha em língua portuguesa. Único veículo de comunicação do gênero em língua portuguesa liderado por uma Mulher, Mônica Pupo, o site é uma das principais referências sobre Cannabis da internet brasileira.

O site apresenta diariamente as principais informações sobre todos os aspectos que abrangem a Maconha, de saúde a moda, passando por literatura, tecnologia e política, entre outros. Com bom humor, Maryjuana aposta em uma visão especializada, irreverente e refinada sobre o tema.

Nowdays.co 
O site se propõe a reunir conteúdos relevantes e ao mesmo tempo descomplicados. Como uma conversa entre amigos sobre Cannabis e bem-estar, a ideia é quebrar estigmas em relação à planta no Brasil por meio da informação. Lançada oficialmente no último dia 14 de abril, a plataforma traz materiais em português e inglês nas duas categorias disponíveis. Nowdays People é uma seção dedicada a entrevistas descontraídas com personalidades de variados universos, traduzindo o significado de bem-estar para cada um.

A outra categoria, Basics, é guarda-chuva para três subcategorias: no Cannabis de A a Z, a ideia é concentrar todo tipo de informação sobre a planta. Wellness fala de tudo que engloba a cultura de métodos alternativos de bem-estar, desde yoga, meditação e reiki à atividade física, terapia, saúde mental, espiritualidade e cogumelos. Por último, no Reality Check, a ideia é trazer novidades do mercado, empreendedores canábicos pelo mundo e informações legislativas sobre a planta.

Smoke Buddies
Este site de conteúdo jornalístico especializado em informações sobre maconha, em conformidade com a lei. Completo e atualizado, o portal traz notícias divididas em 10 categorias, entre elas Ciência e Saúde, Coronavírus e Direito e Política. Além disso, o site fala de ativismo e cultura, tendo colunistas como André Barros, Dave Coutinho e Erik Torqueto.

Sechat
O primeiro portal brasileiro dedicado exclusivamente à maconha medicinal e aos negócios da cannabis abriu os trabalhos em março de 2019 e se consolidou como referência em notícias do ramo. Comandado do neurocirurgião Pedro Antonio Pierro Neto, o site que leva o nome da deusa egípcia da sabedoria, oferece notícias diárias sobre a maconha no Brasil e no mundo.

Ganja Talks
O site busca promover conhecimento sobre a cultura canábica, sobretudo no Brasil, através de um festival que, todos os anos, oferece uma programação com palestras, bate-papos, filmes e exposições de produtos, ideias e serviços relacionados à cannabis – além de propor um diálogo entre as esferas que envolvem o tema: negócios, tecnologia, uso medicinal e políticas públicas, por exemplo. O estúdio também produz conteúdo canábico multimídia – que se converge nas principais plataformas online.

Em 2016 foi criada ainda o Ganja Talks University, que conta com cursos online com certificado, com aulas sobre cultivo, extração, gastronomia e empreenderismo no mercado da cannabis.

Coletivo DAR – Desentorpecendo a Razão
Apesar do ter se formado a partir da negativa do proibicionismo, o site do Coletivo DAR se coloca também na negativa do sistema no qual estamos inseridos, incontestavelmente desumano, injusto, inaceitável.

Dentro do antiproibicionismo, o coletivo defende uma perspectiva também libertária, anticapitalista, antiautoritária, antimercadológica. Então aqui, pr’além de fornecer informações e notícias atuais sobre maconha, você vai encontrar textos sobre a ineficiência da guerra às drogas, sobre violência policial, racismo, entre outros temas. Vale ouvir ainda o podcast Filosofia de Biqueira.

Hempadão
Com o subtítulo “Laricas de Informação sobre Maconha”, este blog de cultura cannábica funciona todos os dias, sem sequela – como eles mesmos descrevem -, desde 2009. A página faz jornalismo a serviço da marijuana, agora muito mais ativa nas redes sociais do que no site em si. Acaba de começar a nova temporada de lives sobre os mais variados assuntos canábicos.

Cannabis Hoje
O canal de conteúdo da jornalista multimídia Anita Krepp foi construído na ideia de levar informação a serviço do bem-estar. A página trata sobre cannabis de um jeito simples, direto e sem tabu para discutir a cannabis medicinal, industrial e recreativa no Brasil e no mundo. É possível ainda assinar a newsletter para receber informações detalhadas e notícias atualizadas sobre o tema.

Publicidade

Fotos: Getty Images


Gabriela Rassy
Jornalista enraizada na cultura, caçadora de arte e badalação nas capitais ensolaradas desse Brasil, entusiasta da cena musical noturna e fervida por natureza.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.


Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Bruna Surfistinha anuncia gravidez de gêmeos: ‘Salve a força feminina’