Inspiração

Aretha Duarte: a 1ª mulher negra latino-americana a chegar ao topo do Everest

Redação Hypeness - 28/05/2021 | Atualizada em - 31/05/2021

Eram 10:24 em ponto, no horário do Nepal, do dia 23 de maio de 2021 quando a montanhista Aretha Duarte realizou um sonho que quebrou paradigmas. Ela se tornou a primeira mulher negra latino-americana a chegar ao topo do monte Everest, o lugar mais alto do mundo. 

ONG desenvolve carroça e triciclos elétricos para catadores de recicláveis

Aretha Duarte sorri em foto tirada na subida do monte Everest.

O fato histórico tem todos os ingredientes de uma receita de superação fantástica. Segundo o site de Aretha, apenas 25 brasileiros atingiram o cume do Everest. Cinco eram mulheres — todas brancas. Depois de subir o topo do Aconcágua, na Venezuela, cinco vezes e o Kilimanjaro, na Tanzânia, Aretha queria conquistar o topo da Terra. 

O montanhismo é algo que eu me apaixonei e eu diria que virou amor. Quando eu vi uma foto dessa montanha eu falei: ‘eu quero estar nesse lugar, eu posso estar nesse lugar’”, contou em um vídeo publicado em sua conta no YouTube, no ano passado. 

Apesar da dedicação e da vontade de correr atrás do sonho, era difícil pensar em arcar com os custos da viagem. “Porque o Everest tem o custo da minha casa atualmente”, explicou, no mesmo vídeo. 

Everest: 3 toneladas de lixo são retirados da montanha mais alta do mundo

O frio intenso foi um dos obstáculos que a montanhista teve que enfrentar.

Para chegar no alto dos 8.848 metros do Everest, Aretha decidiu juntar recursos por meio da coleta de recicláveis. “Entendo que o mundo passa por uma crise econômica por causa da pandemia [coronavírus] e não me senti no direito de pedir dinheiro para ninguém, nem que fizesse rifa ou algo do tipo. O objetivo é juntar lixo e sucata da minha casa, bairro, de amigos. É um trabalho de formiguinha”, contou, em entrevista à “Exame”, no ano passado. 

Aos poucos, os patrocinadores foram se juntando ao sonho de Aretha, que agora se tornou realidade. A montanhista é a primeira latino-americana e a terceira mulher negra a subir ao topo do mundo. 

Eu sempre incentivo que mais pessoas conheçam esse tipo de lugar. Mulheres, montanha também é para a gente, por mais difícil que pareça! As montanhas também são nossas”, incentivou a atleta em um vídeo publicado durante a descida da montanha. 

Ele pedalou 13 mil km da Suécia ao Nepal, escalou o Everest e voltou pra casa

Publicidade

Fotos: Instagram/Aretha Duarte


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Bolsista dá dicas para processo seletivo em universidades estrangeiras