Ciência

Covid: variante indiana chega ao Brasil em navio no Maranhão

Vitor Paiva - 24/05/2021

Os primeiros casos de uma nova variante do vírus causador da Covid-19 no Brasil foram confirmados recentemente. Detectada primeiramente na Índia, a presença da variante B.1.617 no país foi confirmada pelo governo do Maranhão, em entrevista coletiva com Carlos Lula, secretário de saúde do estado. Segundo o secretário, um paciente carregando a variante está internado em um hospital privado da capital, São Luis, e era tripulante do navio MV Shandong da Zhi, de bandeira de Hong Kong e fretado pela Vale – o navio saiu da Malásia e passou pela África do Sul, onde os 24 tripulantes embarcaram para seguir até o litoral maranhense.

O navio MV Shandong da Zhi, que trouxe a nova cepa para o país

O navio MV Shandong da Zhi, que trouxe a nova cepa para o país © Twitter/Rede Brasil

-Covid: nova cepa encontrada no Rio de Janeiro se alastra por cidades do estado

Outros dois tripulantes também estiveram internados, mas receberam alta e retornaram à embarcação em transporte feito de helicóptero – o navio, que tinha como destino final o Porto da Madeira, em São Luís, permanece quarentenado em alto mar, proibido de atracar na capital maranhense. 14 tripulantes já foram confirmados com a Covid-19, e seis deles com a nova variante, mas cerca de 100 pessoas, segundo o secretário, tiveram contato com essas pessoas e estão sob observação.

O secretário de saúde maranhense Carlos Lula

O secretário de saúde maranhense Carlos Lula © Governo do Maranhão

-Cientistas divulgam descoberta de nova variante do coronavírus na Europa

Os casos são os primeiros confirmados da variante B.1.617 no Brasil, uma cepa que pode ser ainda mais transmissível, segundo pesquisas, do vírus causador da Covid-19. “A variante já estava presente em 51 países e aqui na América do Sul só estava presente na Argentina. O Brasil acaba sendo o segundo país da América do Sul com confirmação da cepa”, afirmou Carlos Lula. As primeiras versões da variante foram identificadas em outubro do ano passado, e pela primeira vez confirmadas em dezembro, na Índia – segundo a OMS, trata-se de uma mutação capaz de provocar “preocupação global”.

Teste para Covid-19 sendo feito nas ruas de Nova Déli, na Índia © Getty Images

-Como este antigo navio pode transformar a vida de pessoas em situação de rua

A variante seria um dos fatores responsáveis pelo agravamento do quadro da pandemia na Índia, junto de outros elementos determinantes, como aglomerações por conta de eventos religiosos e políticos, e a redução nas práticas preventivas, como uso de máscara, distanciamento e quarentena. No momento os cientistas trabalham pra determinar a real velocidade de transmissão da variante – a fim de certificar que se trata de uma mutação mais transmissível –, qual a relação da mutação com os casos mais graves da doença, e de que forma a variante se relaciona com as vacinas atualmente disponíveis. O estado do paciente internado no Maranhão é estável.

Navio Shandong da Zhi

Nove tripulantes não se contaminaram com o vírus no navio, que segue isolado na costa maranhense © Reprodução/TV Mirante

Publicidade

© fotos: créditos


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é mestre e doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Publica artigos, ensaios e reportagens, é autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.


Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Fóssil de dinossauro encontrado em SP paralisa obras de rodovia