Arte

Exposição reúne dois artistas de origem indígena nos EUA

Vitor Paiva - 28/05/2021

Uma exposição reunindo dois artistas descendentes dos povos originários da América do Norte é atração central do Museu de Arte de Denver, nos EUA. Marie Watt e Cannupa Hanska Luger assinam a mostra a quatro mãos, trazendo as tradições das origens indígenas para os traços contemporâneos de cada trabalho em Each/Other: Marie Watt and Cannupa Hanska Luger.

“Each/Other,”, escultura de 2021 feita com 700 bandanas por parceria entre Marie Watt e Cannupa Hanska Luger

“Each/Other” (Um ao outro, em tradução livre), escultura de 2021 feita com 700 bandanas por parceria entre Marie Watt e Cannupa Hanska Luger

-Estado dos EUA troca ‘Dia de Cristóvão Colombo’ por ‘Dia dos Indígenas’

A exposição reúne 26 trabalhos em estilos e meios múltiplos, entre esculturas, instalações, pinturas e mais para ressaltar a origem, os traços distintos e comuns entre os trabalhos de cada um dos artistas. Obras individuais se misturam a trabalhos criados em efetiva parceria entre Watt e Luger, com destaque para a peça “Each/Other”: um imenso lobo de quase 5 metros, feito com 700 bandanas enviadas de todo o mundo cobrindo uma estrutura de aço para formar o animal em escultura.

“Butterfly”, de Marie Watt, de 2015

“Butterfly”, (Borboleta) de Marie Watt, (2015) © Marie Watt

-10 motivos para visitar Denver, a maior cidade do Colorado

Luger é um artista que vive no estado do Novo México, nos EUA, de origem Mandan, Hidatsa, Arikara e Lakota, cujo trabalho dialoga com a vida contemporânea dentro das comunidades indígenas no país. Já Watt parte de sua origem na nação Seneca para trazer as narrativas históricas e memoriais ao mundo – e à arte – contemporânea. Vivendo em Portland, o artista trabalha com materiais oriundos das comunidades, como bordados, tapetes e cobertores feitos pelos povos indígenas.

“Companion Species (Radiant)”, de Marie Watt (2017)

“Companion Species (Radiant)” (Espécies companheiras – radiante), de Marie Watt (2017)

“This Is Not A Snake” (Isso não é uma cobra) (2017-2020) e “The One Who Checks & The One Who Balances” (2018), de Cannupa Hanska Luger

-Antes de serem colonizados, índios norte-americanos reconheciam cinco gêneros

A exposição Each/Other: Marie Watt and Cannupa Hanska Luger estará no Museu de Arte de Denver até o dia 22 de agosto, e seguirá depois para outros museus nos EUA e no mundo. Nos sites de Watt e de Luger é possível saber mais sobre a história de cada artista e conhecer melhor seus trabalhos – e, assim, um pouco mais sobre a cultura de alguns dos diversos povos nativos dos EUA.

“Every One” (Todo mundo), de Cannupa Hanska Luger (2018)

“Every One” (Todo mundo), de Cannupa Hanska Luger (2018)

“Mirror Shield Project”, (Projeto escudo de espelho), de Cannupa Hanska Luger (2016)

“Mirror Shield Project” (Projeto escudo de espelho), de Cannupa Hanska Luger (2016)

Publicidade

© fotos: créditos


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é mestre e doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Publica artigos, ensaios e reportagens, é autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.


Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Juliano Cazarré fala sobre recusa em tomar vacina contra a covid-19