Ciência

Praia Grande, em SP, vive surto de sarna humana; entenda doença

Redação Hypeness - 25/05/2021 às 15:58 | Atualizada em 25/05/2021 às 16:12

O município de Praia Grande, no litoral de São Paulo, vive um surto de sarna humana, doença causada pelo ácaro Sarcoptes scabiei. A doença se espalhou primeiramente pelos bairros mais pobres da cidade costeira e chegou aos locais mais ricos do balneário. Segundo reportagem do UOL, o sistema de saúde da cidade litorânea está tendo dificuldades em lutar contra o contágio da escabiose.

– Do coronavírus a gripe espanhola: as maiores pandemias da humanidade

Escabiosa causa feridas e muita coceira em quem a contrai; doença pode ser contraída com o toque

A escabiose (sarna humana) é uma doença com contágio por contato de pele e compartilhamento de objetos pessoais de higiene, como roupas e toalhas. A doença é bastante contagiosa e seu tratamento é feito com remédios e pomadas.

Não se sabe quantas pessoas foram contaminadas com a sarna na Praia Grande; a secretaria de saúde são orientadas a não contabilizar os casos.

“A doença está se espalhando rapidamente para outras regiões. Nós já verificamos diversos casos nas comunidades de Nova Mirim, Vila Sônia, Curva do S e Ribeirópolis. Estamos ajudando como podemos, com o fornecimento de remédios, pomadas e produtos de higiene”, diz ao UOL a empresária Patrícia Ogna Patrali, que comanda o projeto PG Invisível, que luta pela aquisição de remédios e cestas básicas para pessoas em situação de vulnerabilidade na cidade.

– Camila Pitanga revela malária e faz post para exaltar o SUS; doença pode matar e requer cuidados

A escabiose em si não é fatal, mas os ferimentos causados pelo ácare podem levar a problemas de saúde mais complexos e infecções graves.

Ao UOL, o médico especialista em saúde pública Marco Aurélio Soares afirmou que a secretaria de saúde da Praia Grande deveria promover uma campanha de conscientização, promovendo o distanciamento social, principal forma de evitar os casos.

Os tratamentos de sarna acabam sendo caros justamente pelos antibióticos que lutam contra infecções bacterianas nas feridas.

– Escolas ao ar livre criadas para combater a tuberculose no início do século 20

“Além de o clima estar mais frio, a pandemia exige que as pessoas fiquem mais tempo em suas casas. Nas favelas, onde as residências são mais aglomeradas, isso significa que as pessoas acabam ficando mais aglomeradas também, o que facilita o contágio. Tanto a profilaxia quanto o tratamento acabam sendo inviáveis para essas pessoas que, no momento, não tem dinheiro nem para pôr comida no prato”, afirmou.

Atenção: a escabiose humana não está relacionada à sarna encontrada em gatos e cachorros. Não se trata da mesma doença nem do mesmo agente de infecção.

Publicidade

Fotos: © Getty Images


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Canais Especiais Hypeness