Diversidade

11 frases homofóbicas que você precisa tirar agora do seu vocabulário

Redação Hypeness - 14/06/2021 | Atualizada em - 15/06/2021

O Mês do Orgulho LGBT+ marca um episódio ocorrido em Nova Iorque, em 1969, que marca a luta por respeito. A chamada Revoltas de Stonewall ficou conhecida como uma série de manifestações após sucessivos ataques da polícia às pessoas que frequentavam o bar Stonewall Inn, até hoje um reduto LGBT na cidade de Nova York.

Revoltas de Stonewall

As Revoltas de Stonewall se tornaram um marco da luta LGBT+

O levante violento dos frequentadores do bar e aliados contra a perseguição da polícia durou mais duas noites e culminou, em 1970, na organização na 1° parada do orgulho LGBT do mundo. Hoje, Paradas do Orgulho LGBT são realizadas em quase todos os países, sendo a de São Paulo considerada a maior de todas atualmente.

Nova York recebe a World Pride NYC Stonewall 50 em 2019 - Foto: Divulgação

Em lembrança à Rebelião de Stonewall e para celebrar a transformação do medo e do desrespeito em orgulho, foi criado Dia Internacional do Orgulho LGBT, celebrado no dia 28 de junho. Mas para que sigamos em evolução, vale lembrar que esta é uma luta constante pelo simples direito de existir em paz.

Nova York recebe a World Pride NYC Stonewall 50 em 2019 - Foto: Divulgação

Ainda que seja enquadrada como crise desde 2019, a homofobia ainda mata. Esse ataque simplesmente precisa acabar e não só por que a vida do outro não te diz respeito, mas por que a existência do outro não pode ser motivo para violência ou exclusão.

Listamos 11 frases homofóbicas que precisam ser eliminadas da nossa vida para ontem:

1) “Quando você virou gay?”

Ninguém aprende a ser gay ou lésbica. As pessoas têm desejos e sentimentos diferentes. Podem provar ficar com pessoas das mais variadas orientações. Já reparou que tem várias letrinhas na sigla LGBTQIA+ e um sinal de soma no final? Pois bem, somos muito diversos e temos uma vida inteira para nos descobrir. Não limite os outros aos seus limites pessoais.

2) “Não precisa ficar se beijando na frente dos outros”

Orientação sexual não é definida ao ver pessoas se beijando. Demonstração de afeto não “transforma” ninguém em LGBT, mas pode mostrar para a sociedade que o amor é o caminho para sermos felizes.

3) “Não tenho nada contra gays, tenho até amigos que são”

Não é por que você conhece uma pessoa LGBT que você está liberado para ser ofensivo. Guarde sua opinião em um lugar bem reservado onde só você vê e trabalhe isso na terapia.

4) “Vira homem”

Homem que gosta de homem não tem nada para virar. Ele continua sendo do sexo masculino e gostando do mesmo. Vire você um ser humano melhor.

5) “Você não parece gay?”

Não existe cara de gay. Não existe um padrão para gostar do mesmo gênero que o seu. Isso só reforça estereótipo fora da realidade.

Homens gays podem ser jovens, idosos, PCD, professores, padeiros, empresários, gordos, magros, barbados, de cabelos longos, delicados, fortes. São pessoas e cada uma tem sua particularidade.

6) “Pessoa Bi não sabe o que quer”

Não, as pessoas bissexuais têm certeza da sua orientação sexual: sentem atração afetiva e/ou sexual por ambos os gêneros.

E isso, não significa ficar em cima do muro ou não saber o que quer. Pense que essa pessoa já provou efetivamente ficar com pessoas de diferentes gêneros e gostou. Talvez essa pessoa saiba mais que você sobre isso.

7) “Quem é o homem da relação?”

Em um relacionamento entre homens, todos são homens. Em um relacionamento lésbico, só existem mulheres. Pare de tentar encaixar as pessoas na sua visão de mundo. Não é sobre você.

8) “Mas ele não namorava uma menina?”

E agora está provando ficar com meninos. Se uma pessoa se sente livre para se conhecer melhor e ficar cada vez mais em paz consigo, o que você tem a ver com isso?

9) “Adoro ver duas mulheres se pegando. Posso entrar no meio?”

Se duas mulheres estão juntas demonstrando amor uma pela outra, a chance delas não gostarem de homem é altíssima. Fique longe. Não fale com elas, não fotografe e, principalmente, não encoste nelas. Aliás, não faça nada disso com ninguém sem ser convidado expressamente a isso.

10) “Agora todo mundo é gay”

Não. Já que estamos do alto de 2021 e os debates sobre orgulho de ser LGBT, de se sentir fora do padrão normativo (e tá tudo bem) e de liberdade de escolha estão mais consolidados.

Pessoas LGBT sempre existiram, mas a falta de aceitação da família e da sociedade fizeram com que muitos se escondessem por anos. Agora apenas podemos falar abertamente sobre isso. Não minimize os sentimentos dos outros.

11) “Somos todos iguais”

Não, não somos, meu bem. Alguns de nós apanham e são assassinados na rua simplesmente por estarem vivendo suas vidas.

E aí, gostou? Discriminação por orientação sexual e identidade de gênero é crime. Hoje, a homofobia está no mesmo patamar jurídico de crimes como o racismo, com pena inafiançável e imprescritível, podendo ser punido com um a cinco anos de prisão e, em alguns casos, multa.

Publicidade

Destaque: Getty Images


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.