Arte

Agenda Hype em casa: Zélia Duncan, MC Carol, As Baías e o Dia do Cinema Nacional

Gabriela Rassy - 15/06/2021 | Atualizada em - 22/06/2021

Nesta semana, muitos destaques musicais na agenda cultural que faz seu coração mais leve – não tá fácil, gatinhas. Mas bora que bora que só a arte e o SUS pra salvarem nossa semana.

Nos destaques, uma livezona celebrando 40 anos de carreira de Zélia Duncan, o programa Afetos com MC Carol e Artir Santoro e lançamento d’As Baías com Péricles no clima do romance.

As bbs cináfilas podem ficar atentas na programação do Dia do Cinema Nacional. Tem babado no MIS, tem programação no Telecine, com Bacurau, Estômago, Carandiru, entre outros.

Ah, tem ainda 2 boas dicas de kits de festa junina para essas mocinhas que gostam de um quitute de milho e um bom arrasta-pé.

Vem na minha e não esquece de dar play nos lançamentos de junho!

#lives

Orquestra Sinfônica Juvenil Chiquinha Gonzaga com Elba Ramalho e Coro Laboratório Juvenil do Rio de Janeiro
Quarta, 16, 19h
Grátis – assista a transmissão aqui
OSJC Chiquinha Gonzaga foi criada com o intuito de ampliar as estratégias de equidade de gênero dentro do universo da música de orquestra e valorizar as instrumentistas da rede pública de ensino. Além disso, a intenção é incentivar a representatividade feminina nos mais diversos naipes de orquestra, especialmente naqueles predominantemente relacionados ao universo masculino. O evento tem participação especial da cantora Elba Ramalho e do Coro Laboratório Juvenil do Rio de Janeiro, composto por 30 meninas.

Afetos Casa Natura
Quinta, 17, 20h
Grátis
Artur Santoro (@artursantoro), da Batekoo, e Mc Carol (@mccaroldeniteroioficial) conversando sobre vidas de mulheres e pessoas LGBTQIA+. Artur Santoro é bicha, negra, afeminada e diretor de projetos da BATEKOO, plataforma voltada ao público negro e LGBTQIA+ que mobiliza mais de 150 mil jovens periféricos em diversas cidades pelo Brasil. Graduando em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (USP) e pesquisador de arte e culturas africanas e afro-brasileiras. MC Carol é um dos nomes de relevância do funk carioca. Sucesso com músicas como “Minha vó tá maluca”, registradas em DVD da Furacão 2000, a MC ficou conhecida pelo grande público em 2015, ao participar de “Lucky Ladies”, reality show da FOX. Em 2016, lançou “Bandida”, seu primeiro álbum.

Zélia Duncan 40 anos
Sábado, 19, 21h
Ingressos aqui
A cantora traz para o palco do Teatro Prudential, dia 19 de junho, o show inédito do álbum Pelespírito, que marca 40 anos de sua carreira. Ainda sem público, em respeito à vida, a cantora vai se apresentar ao lado do poeta e músico pernambucano Juliano Holanda, seu parceiro nas quinze canções do álbum, e Webster Santos, que também assina a produção.

#música

As Baías e Péricles | Primeiro Beijo
As Baías lança pagode romântico ao lado do cantor Péricles, um dos maiores nomes do pagode/samba do Brasil. A música tem como enredo uma história de amor que deu certo, fala sobre a magia do primeiro beijo, com encontros e desencontros. A melodia e letra explora toda potencialidade musical do trio e ganhou sua versão visual com vídeo gravado em São Paulo, em clima de descontração e muito romance.

Os Amantes | Os Amantes
Como seria se o Jaloo tivesse um filho com o Strobo? A resposta é o projeto Os Amantes, banda que lança seu primeiro disco com patrocínio de Natura Musical. Jaloo saiu de Castanhal para se tornar um ícone da cultura pop do Brasil contemporâneo. O duo Strobo, de Belém, tem um trabalho de dez anos com música experimental e sólido reconhecimento no seu nicho. Carreiras diferentes que têm duas coisas em comum: autenticidade e música paraense no DNA.

Baião de Spokens e BNegão | Idade Ruydosa
Tensão. Revolta. Agonia. Estes são alguns dos sentimentos que podem aflorar ao ouvir “Idade Ruydosa”, o novo single do projeto Baião de Spokens com a participação intensa do rapper BNegão, que também assina como co-autor da composição, ao lado de Caco Pontes e Caleb Mascarenhas. A música estará no novo EP intitulado Status Quântico/EPiko previsto para sair no segundo semestre pelo selo Amplifica Records. Os beats sombrios e os versos diretos, crus e minimalistas se complementam perfeitamente neste manifesto crítico à esta era ruidosa em que vivemos, de intensos conflitos ideológicos agravados pela pandemia de Covid-19.

Kdu dos Anjos | Ciganinha
A arte da cartomancia intriga muitas pessoas há séculos e, em alguns casos, não só desperta a curiosidade, mas direciona as escolhas de alguns em relação aos rumos que devem ser seguidos na vida. No caso do rapper, compositor e idealizador do Centro Cultural Lá da Favelinha, Kdu dos Anjos, o universo místico da adivinhação influenciou no término de um relacionamento em construção. A experiência se traduziu em inspiração para a música “Ciganinha”, primeiro single do artista mineiro a chegar nas plataformas de streaming pelo selo MacacoLab.

Gabriel Aragão e Rodger Rogério | A Vida Reina
Dois nomes de destaque de diferentes gerações da música do Ceará, Gabriel Aragão, da celebrada banda Selvagens à Procura de Lei, e Rodger Rogério, um dos mais importantes artistas da música cearense, unem-se para lançar o single . A faixa integra a trilha sonora original do documentário “Malhada Vermelha”, do cineasta cearense Lucas Dantas, e ganha clipe de animação, com roteiro e direção de Aragão e Dantas. A música é inspirada no martelo agalopado, um estilo de poema usado por cordelistas e cantadores.

Dêssa Souza | Camadas
Ela cresceu em quintais de terra, com modas de viola tocadas ao vivo perto da fogueira por seu avô e tios-avôs. Nos bailinhos da família, ouvia Johnny Rivers ou Bee Gees direto dos vinis curtidos por seus pais, tios e tias. Agora, misturando um tanto de sua alma interiorana com as batidas da cultura popular, do rap e da soul music, divulga seu primeiro EP, ‘Camadas’. Composto por 5 faixas, entre autorais e parcerias, registro apresenta essa que é uma mulher preta, mãe, artista, produtora, periférica, de sangue baiano-mineiro-negro-indígena, da poesia, do teatro, das descobertas constantes em torno da ancestralidade e bem mais.

Isa Roth | Vai Assim Mesmo
Pop e energética, a faixa é daquelas perfeitas para se dançar sozinho no quarto ou na frente do espelho com um desodorante fazendo às vezes do microfone. A letra de “Vai Assim Mesmo” parte de uma eu-lírico que estava de boa até alguém a chamar. Ela então precisa encontrar coragem para ir ao encontro deste chamado, seja como for. Com lançamento via o selo Banana Atômica (Feira de Santana/BA), a música tem produção musical assinada por André T, também responsável pelo arranjo e beats. “Vai Assim Mesmo” também ganhou um clipe exclusivo, roteirizado por ela em parceria com o diretor Eduardo Quintela.

André Mourão | Câmera Analógica
O cantor, compositor e músico paulistano apresenta o primeiro álbum autoral da carreira na sexta, dia 18. O projeto traz 11 faixas, incluindo as já lançadas Infinito Escuro, Olho no Olho, vencedora do 35º Festival de Marchinhas de São Luiz do Paraitinga (2020) e Câmera Analógica, a divertida faixa que dá nome ao álbum. Agora, André se lança de vez no trabalho que versa sobre um passado robótico e o presente que urge, com a sagacidade de um cancioneiro e a experiência de um músico que possui trabalhos lançados por artistas como Grupo Rumo, Trupe Chá de Boldo e Enzo Banzo.

#filmes

Dia do Cinema Nacional no MIS
Até 19/06
Grátis
Em homenagem à data, o MIS exibe programação especial até sábado. O programa inclui a exibição de um clássico do cinema nacional – o filme “Limite”, de 1932, dirigido pelo poeta e romancista Mário Peixoto. No dia 17, às 19h, na página do Instagram da FCMS, haverá o Lançamento do Cine Aves 2021.

Dia do Cinema Nacional | Telecine
O cinema nacional será homenageado nesta semana com programação até domingo. Destaque para a trilogia “Minha mãe é uma peça”, com Paulo Gustavo, na quinta, a partir das 18h50, no Telecine Pipoca. Rola ainda Bacurau no Telecine Action, sexta, 17h55, seguido de Tropa de Elite. No domingo, Telecine Cult exibe Estômago (17h25), Carandiru (19h25) e Cidade de Deus (22h).

13º IN-EDIT BRASIL – Festival Internacional do Documentário Musical
17 a 27/6
Grátis
A série Cinema #EmCasaComSesc exibe filmes do diretor norte americano Donn Alan Pennebaker, documentarista que faleceu em 2019, aos 94 anos, e grande homenageado desta edição do festival. Além das exibições, o CineSesc disponibiliza um encontro online no YouTube para discutir a obra do diretor na terça-feira, dia 23 de junho, às 20h. Entre os filmes de Donn Alan Pennebaker selecionados para a programação estão “Don’t Look Back”, considerado um dos documentários musicais mais revolucionários da história, traz o dia a dia de Bob Dylan durante sua turnê pela Inglaterra em 1965; “Monterey Pop”, os bastidores e entrevistas dos envolvidos no festival homônimo à produção; “Alice Cooper”, a história da lendária banda de rock no início da carreira; entre outros.

Bate-papo de Cinema Pontos MIS
Sábado, às 18h, ao vivo
Assista gratuitamente ao filme de 17/6 (a partir das 11h) a 19/6 e ao bate-papo ao vivo no canal do MIS no YouTube
Na segunda edição realizada no Mês do Orgulho LGBTQIA+, o MIS, em parceria com a Spcine Play e o MixBrasil, exibe gratuitamente o documentário “Lembro mais dos corvos” (dir. Gustavo Vinagre, Brasil, 2018, 80 min, 14 anos), no qual a atriz transexual Júlia conta histórias para enfrentar uma noite de insônia, e promovem bate-papo ao vivo sobre o filme com participação da cineasta, roteirista e atriz Julia Katharine e do crítico de cinema e curador Henrique Rodrigues Marques, com mediação do crítico e pesquisador Cassio Starling.

#visuais

O Jardim das Maravilhas de Miró
Até 15/8
Grátis
Na versão online, uma tela interativa, assim como na visita presencial, permite que o público interaja e crie novos seres, tendo como referência as inúmeras criaturas que existem no jardim fabuloso de Joan Miró e sua esposa Pilar, em suas infinitas possibilidades de formas, linhas e cores. Ao finalizar, o desenho pode ser compartilhado nas redes sociais. A mostra, dividida em oito ambientes e inspirada nas obras e litografias da série Maravilhas com Variações Acrósticas no Jardim de Miró, do poeta espanhol Rafael Alberti, ganha uma experiência lúdica do espaço Infinito Criativo.

‘Linha de voo’, de Antônio Augusto Bueno e Bebeto Alves
De 19 de junho a 31 de julho
Grátis pela plataforma do Sesc
Depois das exposições Voo da pedra (2019) e Plano de voo (2020), Antônio Augusto Bueno e Bebeto Alves apresentam o projeto Linha de voo. Assim como nos trabalhos autorais anteriores, os dois artistas visuais contemporâneos transitam entre diferentes linguagens das artes visuais para apresentar uma proposta híbrida. As obras gráficas têm como ícone a figura de um pássaro que sugere uma narrativa visual que aproxima e mescla a fotografia ao desenho num mesmo suporte.

#cênicas

Amada | Teatro Para Ver Além
18 e 27 de junho, pelo Youtube
Grátis
Iniciado em 2018 e constantemente em cartaz, inclusive em tempos pandêmicos, o projeto acontece, mais uma vez, no pequeno estúdio da Clementtina: Plataforma de Criação – espaço que representa a atriz, diretora e pesquisadora Rita Clemente – com o desejo de manter um espetáculo ativo, vivo e disponível ao público, por longa temporada. Nesta edição, a trupe incorpora o campo virtual e apresenta o solo sob 6 perspectivas diferentes.

Aqui Estamos Com Milhares de Cães Vindos do Mar | Cia Os Barulhentos
17 a 27 de junho, exibição full time pelo Youtube do SESI:
Grátis pelo Youtube do Sesi São Paulo.
Estreia versão audiovisual do premiado espetáculo de Matéi Visniec, com direção de Rodrigo Spina. Em sua estreia no teatro, em 2015, ganhou o Prêmio APCA de Melhor Espetáculo e o Prêmio Aplauso Brasil de Melhor Direção. Para o filme, o diretor manteve os intérpretes com caracterização totalmente em tons de cinza, porém, o cenário, desta vez, será a própria cidade – o mar, uma linha de trem, um bar – pulsante e viva, o que chega a dar a sensação de que as fotos foram feitas com chroma key ou são montagens trabalhadas em Photoshop. Mas não são.

#dança

Grupo Raça | Teatro Sérgio Cardoso
De 14 a 23 de junho, segundas, terças e quartas, 20h
Grátis via Sympla Streaming
Compõem o programa apresentações da Cia Experimental, uma recente iniciativa do Grupo Raça composta por jovens bailarinos que apresentam o espetáculo inédito Sobre Aquelas Palavras, do coreógrafo Jhean Allex; e a Raça Cia de Dança com a série Raça, por Elas, programação em homenagem à diretora e coreógrafa do grupo, Roseli Rodrigues (1955 – 2010). Essa série é composta pelas peças Caminho da Seda (2001), uma das obras mais consagradas de Roseli Rodrigues, e mais duas coreografias: uma criada por Erika Novachi – Music, Body and Soul e outra assinada por Kátia Barros, chamada Transcender.

#podcast

Kaique Brito | Pega Essa Ref
De paródias, dublagens e viralização, o adolescente Kaique Brito entende. E de cultura pop e assuntos mais sérios, passando por comportamentos sociais, também. Em 2019, foi dormir com 10 likes e acordou com mais de 10 mil após postar um vídeo sobre racismo reverso. Hoje, o conteúdo já ultrapassou 1 milhão de visualizações. O estudante de 16 anos consolidou-se desde então como referência entre produtores de conteúdo para jovens, e agora tem um novo espaço para conversar com esse público. Kaique passa a comandar o ‘Pega Essa Ref’, novo podcast original Gshow, disponível gratuitamente no Globoplay e nas principais plataformas de áudio.

#literatura

Há uma lápide com o seu nome | Camilla Canuto
Uma série de eventos interconectados, que acontecem sem nem sempre nos darmos conta ou os termos escolhido inteiramente – assim pode ser o contínuo da vida, especialmente àqueles impedidos de viver em sua máxima potência, livremente. Assim é, ao menos, para Adelaide, uma mulher cotidianamente cerceada pelo marido e incompreendida pela filha, e uma das personagens centrais do livro . Neste romance conciso e arrebatador, acompanhamos o desenrolar do dia a dia de uma família – notando os excessos e faltas do pai, a amargura da mãe, o ressentimento da filha –, em um ambiente de constrição constante, que resulta em vidas sem espaço para o contentamento. É neste farfalhar das cortinas da intimidade que a sergipana Camilla Canuto lança seu livro de estreia, que sai agora pela editora Oficina Raquel. Aos 26 anos, Canuto costura uma história delicada, comovente e repleta de episódios que povoam as realidades familiares, sem retratá-las como lugares-comuns.

#delivery

Especial Festa Junina em Casa!

Dona Deôla
Para aqueles que não dispensam um quitute típico, a rede de padarias preparou um cardápio especial, para que os clientes possam preparar sua própria mesa em casa. As tortas placas nos sabores: ricota, queijadinha, curau e mineira estarão disponíveis por unidade (R$ 28,00 – 400g) ou então sob encomenda por kg. Tem também Curau, Canjica Arroz Doce e Doce de Abóbora nos tamanhos 250g – R$ 14,00, 400g – 22,50 e 750g – R$ 39,00 e cocada branca e queimada por R$ 6,10 a unidade. Para quem não quer ter trabalho, a sugestão é a Cesta Junina, que leva embrulhadinho de salsicha, pão de batata com presunto e queijo, mini sanduiches (mini brioche, pasta de provolone, salame e provolone ralado, mini ciabata, mussarela de búfala, tomate seco, rúcula cortadinha com azeite de oliva e mini italiano, atum, cebola, maionese, tomate e alface juliana), canjica, bolo de pamonha, arroz doce, curau, doce de abóbora, cocada branca e preta e Maria Mole, disponíveis em dois tamanhos: para 4 (R$ 140 ) e 8 pessoas (R$ 220). Os pedidos podem ser feitos através das lojas físicas e online, além do Ifood.

Cuscuz da Malu
O Cuscuz da Malu adora uma festa, ainda mais esta que tem tudo a ver com a iguaria. Neste ano infelizmente não teremos grandes encontros nas ruas e paróquias, mas não é por isso que vamos deixar o mês passar em branco. Assim, Malu oferece 3 kits especiais com delícias juninas em parceria com o quentão artesanal da Ardida e com os pães de fermentação natural do Duo 38, além, claro, de seu delicioso cuscuz paulista. Destaque para o Pula Fogueira, com Caldo verde 500g, Cuscuz de Tapioca 550g, Canjica 300g, Quentão da Ardida 1 Litro, 2 fatias de pão artesanal Duo 38, Chita decorativa para mesa (75cmx75cm), Bandeirinhas (10m), além do  Cuscuz Camarão (Kit R$ 265) ou Paulista clássico de sardinha (kit R$ 190). Para montar seu próprio kit vegetariano, consulte pelo whatsapp.

Publicidade

Fotos: Divulgação


Gabriela Rassy
Jornalista enraizada na cultura, caçadora de arte e badalação nas capitais ensolaradas desse Brasil, entusiasta da cena musical noturna e fervida por natureza.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.


Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Fotografia de Guerra: o risco de vida em uma das profissões mais perigosas do mundo