Reverb

Fãs de K-Pop se mobilizam em apoio à causa Palestina

Redação Hypeness - 25/06/2021 | Atualizada em - 06/08/2021

Eles já ajudaram refugiados na Síria, crianças em Ruanda, mães sem condições financeiras na Venezuela e, agora, acabam de arrecadar fundos para apoiar a causa palestina. O breve currículo faz parecer que estamos falando de alguma organização não governamental, mas os agentes dessas ações são, na verdade, fãs de k-pop

Big Hit, produtora do BTS, expande negócios nos EUA e avança na globalização do k-pop

Os integrantes do BTS em foto de fevereiro de 2020.

Conhecido como Army, como são chamados os fãs do BTS, maior boy group do pop sul-coreano da atualidade, o grupo costuma se envolver em causas humanitárias. Os administradores dos perfis não oficiais, que acumulam centenas de milhares de seguidores, sabem que o grande número de leitores pode ser usado para o bem, não só para repercutir notícias do universo k-pop.  

No caso da Palestina, os perfis de fãs se juntaram para ajudar a espalhar para o mundo o que de fato estava acontecendo durante a crise com Israel. Membros do Army do mundo inteiro passaram a traduzir relatos locais para o inglês, com a intenção de que o maior número de pessoas possível pudesse entender. 

BTS: quem cria as incríveis coreografias do grupo de k-pop

Além disso, sob o nome de Taehyung, o V do BTS, eles doaram uma quantia não revelada para uma organização humanitária que atua na Faixa de Gaza. O recibo da transferência foi publicado nas redes sociais com as hashtags #SaveSheikhJarrah (em referência ao bairro palestino atacado) e #SavePalestine

Ter uma conta com tantos seguidores nos traz grandes responsabilidades”, diz a francesa Claire, de 29 anos, uma das administradoras do perfil @cenencefortae, em entrevista à “HuckMag”. “Queríamos canalizar nosso amor pelo nosso ídolo para algo significativo.

A jovem Sue, da Malásia, é administradora do perfil @suliceu99. Ela se sentiu inspirada ao ver os mutirões de tradução sobre a situação palestina. “Eu vi meus companheiros malaios darem atualizações contínuas sobre a situação, desde o primeiro dia da guerra até agora, e realmente me inspirou a ajudá-los a traduzir”, contou. 

Palestina vê território encolher desde anos 40; mais de 200 palestinos foram mortos em conflito com Israel

No ano passado, no auge do movimento Black Lives Matter, nos Estados Unidos, o Army se uniu para encher a timeline do departamento de polícia da cidade americana de Dallas com imagens de seus artistas favoritos. A ação orquestrada aconteceu para evitar que manifestantes do BLM fossem identificados por vídeos enviados por outras pessoas, contrárias ao movimento. 

O grupo também conseguiu reunir mais de um milhão de dólares para doar ao movimento, depois que o próprio BTS já havia distribuído a mesma quantia para o Black Lives Matter e outras organizações similares.

Publicidade

Fotos: Getty Images


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Especiais