Arte

Gravações grandiosas de efeitos sonoros para filmes e séries feitas num pequeno estúdio canadense

Vitor Paiva - 02/06/2021

O leitor provavelmente já assistiu algum vídeo recentemente viralizado mostrando artistas assistindo a uma determinada cena de filme ou série e sonorizando a imagem em um estúdio – gravando, assim, o ruído de passos, portas batendo, bocas mastigando, telefones tocando, grunhidos, bocejos e mais. Pois é esse o trabalho da equipe canadense do Footsteps Studio, um estúdio de pós-produção para cinema e TV, responsável pelos efeitos sonoros de grandes produções do cinema e da TV.

Cena do documentário sobre o Footstep Studios e a arte de sonorização

O Footstep Studios é um dos grandes estúdios de sonorização da atualidade

-Vídeo mostra o prazer sonoro de abrir uma garrafa de refrigerante

Em cada obra como The Big Short, Blade Runner 2049, Alice no País das Maravilhas, Creed II, O Retorno de Mary Poppins, A Vida Aquática de Steve Zissou e, mais recente, a série The Handmaid’s Tale, os sons, ruídos e efeitos sonoros foram realizados no estúdio – que também realiza trabalhos para jogos de videogame. Apesar da grandeza dos trabalhos, o local em si fica situado em uma casa relativamente modesta, localizada em Uxbridge, região campestre dos arredores da cidade de Ontario, no Canadá.

-Ouvir desenhos na pele? Sim, as tatuagens sonoras já são uma realidade

Trata-se de uma espécie de laboratório louco de sonoridades e ruídos, repleto de milhares de objetos que podem produzir sons, na qual cada cômodo é um estúdio de gravação devidamente isolado, para que os artistas possam realizar à perfeição o som de uma cena.

Cena do documentário sobre o Footstep Studios e a arte de sonorização

Os mais diversos instrumentos são utilizados para criar sons na arte conhecida como foley

Cena do documentário sobre o Footstep Studios e a arte de sonorização

Até os passos são “regravados” e detalhadas no processo

Cena do documentário sobre o Footstep Studios e a arte de sonorização

Os estúdios são repletos de objetos que podem oferecer sonoridades variadas

O trabalho como o realizado do Footsteps Studio é conhecido como “Foley”, e se faz necessário para detalhar, ilustrar, ampliar ou sublinhar o som de uma passagem em um filme ou série, com uma riqueza que os microfones no ao vivo de cada filmagem não são capazes. As gravações mais parecem danças, performances, coreografias e, claro, peças de percussão ou execução de instrumentos – tudo para se chegar ao som preciso e perfeito.

Cena do documentário sobre o Footstep Studios e a arte de sonorização

Os artistas precisam assistir as cenas para sincronizar som com vídeo perfeitamente

-Vídeo mostra efeitos da água quando passa por diferentes ondas sonoras

O documentário em curta-metragem disponível abaixo visita o estúdio e mostra o espaço e o trabalho, laborioso, complexo, multifacetado e experimental, que é feito em tais estúdios. Técnicas sonoras surpreendentes e inusitadas são utilizadas para o registro de sons muitas vezes corriqueiros e banais em uma primeira audição – mas que, em verdade, são fundamentais e precisam estar identificáveis e compreensíveis para que a intenção e a sensação de uma determinada cena fique clara e forte como em nossos filmes e séries preferidas.

Cena do documentário sobre o Footstep Studios e a arte de sonorização

Uma cadeira se torna instrumento na delicada arte do foley

Publicidade

© fotos: YouTube/reprodução


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.