Futuro

João Luiz, ex-‘BBB’, vai comandar programa que homenageia Paulo Freire

Redação Hypeness - 29/06/2021

De educador para educador. Ou melhor: sobre um educador por outro educador. O professor de geografia João Luz Pedrosa, que participou do “BBB 21”, será o apresentador da nova temporada do programa “Entrevista”, do Canal Futura, que vai falar sobre Paulo Freire, o patrono da educação no Brasil.

‘BBB’: desabafo de João sobre cabelo é ferida aberta do racismo. E há quem não entenda

João Luiz posa à frente do retrato de Paulo Freire no Instituto que leva o nome do patrono da Educação.

Estou explodindo de alegria pra poder contar pra vocês que vai ter mais João na TV sim!”, escreveu João em suas redes sociais. Ele publicou a notícia junto com uma foto feita em uma sala do Instituto Paulo Freire, em São Paulo. 

Na imagem, o amigo inseparável de Camilla de Lucas aparece sentado à frente de uma pintura com o rosto do educador pernambucano. 

Eliminação de João é associada com punição por denunciar racismo

Nosso programa estreia em setembro e também estará disponível no Globoplay!”, avisou o influencer de educação. João contou que vai entrevistar professores, médicos e artistas para falar sobre a importância de Paulo Freire na história do Brasil. 

No “BBB 21”, João já havia mostrado seu talento para a apresentação. Durante uma das festas do programa, ele e Camilla de Lucas fingiram apresentar uma premiação entre os participantes do reality. A performance espontânea rendeu elogios na internet e, na época, muita gente já previu que o professor seria contratado pelo Grupo Globo. 

Camilla de Lucas e João Luiz em momento fofo no “BBB 21”.

Publicidade

Fotos: Instagram/João Luiz Pedrosa


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Canadá não está preparado para calor extremo que já matou mais de 500 pessoas