Debate

Jovem britânica salva irmã gêmea atacada por crocodilo socando o animal em lagoa no México

Vitor Paiva - 14/06/2021

A britânica Melissa Laurie, de 28 anos, mergulhava em uma lagoa na região de Puerto Escondido, no México, em férias de seu trabalho como funcionária de um zoológico no último dia 6 de junho, quando subitamente se viu sendo arrastada com violência e para o fundo das águas pela mordida de um grande crocodilo. Sua salvação foi a reação imediata de sua irmã gêmea, Georgia, que socou repetidas vezes o animal no nariz, impedindo assim um cenário ainda pior: o crocodilo retornou ao ataque por três vezes, e Melissa lutou contra o animal para salvar a irmã.

Georgia (à direita) ajudou a salvar a irmã Melissa (à esquerda) do ataque socando o animal

Georgia (à direita) ajudou a salvar a irmã Melissa (à esquerda) do ataque socando o animal

-Homem que deu socos em tubarão-branco para salvar mulher diz que ‘foi como bater na parede’

Para sair do incidente com vida, Melissa contou com a coragem e a força da irmã e a determinação de um dos amigos que lhe acompanhavam, Ami, que atravessou os manguezais que cercavam a lagoa usando um remo como instrumento até encontrar um barco com turistas que ajudou a remover a jovem ferida até um hospital. Os ferimentos, no entanto, eram muitos, e potencialmente fatais: uma série de cortes profundos pelo corpo perdendo bastante sangue, além água no pulmão (que se encontrava perfurado) um intestino rompido e um pulso quebrado. A jovem ainda viria a desenvolver uma infecção generalizada e entrar em coma ao chegar ao hospital.

Georgia e Melissa no México

Georgia e Melissa se encontravam no país para trabalho voluntário com animais

-Crocodilo monstruoso de 4 metros come filhotes de tubarão encalhados em praia; veja vídeo

O motivo para o ataque se deu pela total imprudência do suposto guia que levou o grupo até o local, que realizava o trabalho informalmente e de forma ilegal e não registrada ou reconhecida, e não sabia que o ponto e a época eram de incubação para os crocodilos: o ataque foi provavelmente perpetrado por uma fêmea em defesa de seus filhotes. Melissa agora se recupera do incidente, ainda no México, e a recuperação total será um longo caminho. Depois do ocorrido, o guia – identificado como cidadão alemão – desapareceu do local.

Lagoa em Puerto Escondido, no México

O local era usado para incubação de crocodilos justo nessa época do ano

-México chama atenção do mundo por cratera gigante que não para de crescer

A jovem conta com a ajuda de amigos, dos médicos mexicanos e da embaixada britânica no país para sua recuperação, e pretende retornar ao Reino Unido assim que puder. As gêmeas se encontravam no país para um trabalho voluntário, em santuários de animais, e para viajar – o plano era voltar pra casa só em novembro. Desperta e respirando por conta própria, Melissa ainda não consegue falar por conta do tempo que ficou entubada, e muita água e mato foram retirados do seu pulmão. Sua irmã, Georgia, também teve cortes e ferimentos nas mãos após socar o animal, mas já recebeu alta.

Georgia e Melissa no México

A condição ainda é séria, mas Melissa (à direita) já se recupera dos ferimentos

Publicidade

© fotos: Georgia Laurie/arquivo pessoal 


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é mestre e doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Publica artigos, ensaios e reportagens, é autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Príncipe de Mônaco é acusado de pedir para que brasileira abortasse filha