Arte

Liniker vive mulher trans que descobre filho em nova série da Amazon

Gabriela Rassy - 29/06/2021 | Atualizada em - 01/07/2021

A cantora Liniker acaba de alçar novos voos em sua carreira. Agora, sua voz potente e performance marcante dão vida à Cassandra, personagem principal na trama de Manhãs de Setembro. A série acaba de estrear na Amazon e é a pedida para uma maratona deliciosa.

O enredo traz a história de uma mulher trans de 30 anos, que trabalha como entregadora de aplicativos e cantora em uma boate. Depois de muita luta, ela acaba de conquistar seu primeiro espaço: uma kitnet no centro de São Paulo.

“Eu espero que vocês assistam e acompanhem a trajetória dessa personagem que me estreia nessa nova linguagem. Respeitem o gênero das pessoas. Respeitem as vidas de pessoas trans e não binárias. Respeitem nossos nomes. Respeitem nossos pronomes. Respeitem a nossa história. E reparem com amor e trabalho as nossas vivência nesse mundo. É o mínimo”, postou Liniker sobre a estreia.

Fã incondicional da cantora da Jovem Guarda, Vanusa, Cassandra entoa composições e celebra obra a artista – além de receber conselhos incisivos dela em sua cabeça sempre que se vê em uma situação difícil.

A história de Cassandra parece correr bem, de casa nova e com um namorado carinhoso. Até que Leide, interpretada pela maravilhosa e experiente Karine Teles, bate em sua porta com uma surpresa: Gersinho, filho de 10 anos das duas.

Vivido pelo ator mirim Gustavo Coelho, a criança pedia para conhecer o pai e passa a desejar ainda mais essa convivência, ainda que a contragosto de Cassandra.

A partir deste acontecimento, a série aborda questões que passam pela maternidade, transfobia, amor, amizade, pobreza e arte.

“Uma coisa bonita na série é falar da maternidade como uma construção. Maternidade não é uma coisa dada. Não é porque você é mãe que você cria instantaneamente uma relação de afeto, e a Cassandra acabou de virar mãe e tem que construir a relação com o filho. Isso é muito bonito porque toca nessa beleza que é entender que família é uma palavra muito ampla”, disse Karine em entrevista ao Adoro Cinema.

Completam o elenco, os atores Thomás Aquino e Paulo Miklos, além da cantora e compositora Linn da Quebrada, que faz participação especial sensível e necessária.

Manhãs de Setembro tem direção de Luis Pinheiro e roteiro de Josefina Trotta, Marcelo Montenegro e Alice Marcone. Cantora e compositora, Alice é uma representante do queernejo, estilo de música sertaneja produzida por pessoas LGBT+.

“A gente experimentou um processo com muita horizontalidade. Tem uma protagonista trans, eu sou trans, mas a diversidade transborda a transgeneridade”, disse Alice ao Adoro Cinema.

Publicidade

Fotos: Reprodução/Amazon


Gabriela Rassy
Jornalista enraizada na cultura, caçadora de arte e badalação nas capitais ensolaradas desse Brasil, entusiasta da cena musical noturna e fervida por natureza.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Michaela Coel está confirmada em ‘Pantera Negra 2’ e isso é maravilhoso