Debate

Padre homofóbico chama de ‘v*ado’ repórter da Globo que se declarou para o marido

Redação Hypeness - 16/06/2021

O padre da Paróquia de Tapurah, no Mato Grosso, identificado como Paulo Antônio Müller, destilou homofobia em plena missa. Como se “viado” fosse ofensa, o pároco usou a palavra atacar e ofender o repórter Erick Rianelli, da TV Globo. 

A pregação homofóbica foi denunciada pelo ativista Antonio Isuperio, que publicou o vídeo com o discurso de ódio em sua página no Instagram. A revolta do padre Müller, que deu show de homofobia dentro da igreja, acontece porque Erick Rianelli “ousou” se declarar para o marido, o também repórter Pedro Figueiredo, no Dia dos Namorados. 

O casal de jornalistas da Globo, Erick e Pedro

– Homofobia é crime: saiba como identificar e denunciar

– Dia contra a Homofobia: filmes que mostram a luta da comunidade LGBTQIA+ pelo mundo

O gesto de amor aconteceu no encerramento do “RJTV”, telejornal local da TV Globo. Confira o vídeo abaixo: 

A homofobia do padre 

Paulo Antônio não teve vergonha e nem pretendeu esconder seu preconceito. Agressivo, ele xingou o repórter e ainda usou a Bíblia para justificar seu ódio. 

“Pega a Bíblia e olha o Livro Gênesis: Deus criou o homem e a mulher. Isso que é casamento. Que chame a união de dois viados e de duas lésbicas de qualquer coisa, mas não de casamento, por favor. Isso é falta de respeito para com Deus (sic). Isso é sacrilégio, é blasfêmia. Casamento é coisa bonita e digna. O sentimento do amor é entre homem e mulher, marido e mulher”, bradou o pároco aos fiéis presentes. 

– Arcebispo se desculpa após homofobia contra repórter dentro de igreja; veja vídeo

Homofobia do empresário 

O padre não foi o único a escolher o ódio para reagir à declaração de Rianelli. O empresário Alexandre Geleia, dono de uma rede de lanchonetes em Brasília, falou sobre o casal de maneira homofóbica em grupos nas redes sociais.

– Patrícia Abravanel defende que gays entendam homofóbicos; sobrinho pede respeito

O vídeo abaixo mostra os comentários homofóbicos contra Erick Rianelli:

“Falo o que penso e o que eu acho. Se ficou incomodado, me desculpe, garoto. Só acho que não precisa e não é necessário passar em TV aberta, em jornal esse tipo de coisa. É a minha opinião e não vou mudar por ser uma figura pública”, teria dito Geleia em um dos áudios.

Publicidade

Foto: Reprodução/Instagram


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.


Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Semana de 4 dias ganha simpatizantes e pode beneficiar negócios; entenda