Debate

Paulo Guedes diz que classe média come demais e recebe resposta à altura de Bela Gil

Redação Hypeness - 18/06/2021


O Ministro da Economia Paulo Guedes voltou a fazer comentários elitistas. Em uma reunião com a Abras (Associação Brasileira de Supermercados), o chefe da pasta da economia afirmou que o povo brasileiro põe muita comida no prato e que o desperdício de restaurantes deveria ser dado a pessoas em situação de fragilidade social.

– Paulo Guedes reitera discriminação contra domésticas: ‘‘Com dólar baixo empregada ia à Disney’

Paulo Guedes toma aula de políticas públicas de Bela Gil; Ministro novamente destilou elitismo ao falar da questão alimentar no Brasil

Guedes disse que “o prato de um [membro de] classe média europeu, que já enfrentou duas guerras mundiais, são pratos relativamente pequenos. E os nossos aqui, nós fazemos almoços onde às vezes há uma sobra enorme. Isso vai até o final, que é a refeição da classe média alta, até lá há excessos”.

– Invenção pode evitar desperdício de 250 milhões de bananas por ano

“Como utilizar esses excessos que estão em restaurantes e esse encadeamento com as políticas sociais, isso tem que ser feito. Toda aquela alimentação que não for utilizada durante aquele dia no restaurante, aquilo dá para alimentar pessoas fragilizadas, mendigos, desamparados. É muito melhor do que deixar estragar essa comida toda”, completou.

Existem milhões de maneiras sustentáveis de evitar o desperdício de alimentos. Na verdade, boa parte do desperdício dos alimentos no planeta está relacionado com a cadeia de produção – que beneficia o agronegócio – do que com a comida que vai pro lixo da sua casa. É claro que evitar o desperdício é melhor, mas será que dar o lixo dos ricos para os pobres é uma boa alternativa para acabar com a fome no país?

– Danny Trejo (o Machete) abre taqueria vegana e sem desperdício de alimentos em LA

A chefe de cozinha Bela Gil rebateu Guedes através das redes sociais.  “Falar que brasileiro coloca muita comida no prato e que poderíamos alimentar os pobres com essas sobras é a mesma coisa que achar que vamos salvar o mundo economizando água no banho ou fechando a torneira enquanto escovamos os dentes. O buraco é muuuuito mais embaixo. Claro, precisamos de ações no âmbito individual e coletivo, mas principalmente PÚBLICO!”, disse.

Confira a postagem de Gil:


“O setor do agronegócio está entre os principais causadores de desperdício de alimentos em todas as suas etapas: da colheita, passando pelo processamento, transporte, chegando no mercado e depois no consumo doméstico – cuja perda anual é de 60 kg por pessoa. A solução está na mudança desse sistema! Ao invés de jogar a responsabilidade somente no indivíduo, pq não promove o PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar) e o PAA (Programa de Aquisição de Alimentos). A fome e a insegurança alimentar só se agravam com a pandemia da Covid-19, mas resolver esta situação não é um desejo político”, completou.

 

Publicidade

Fotos: Montagem/Reprodução/GNT/© Getty Images


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Bia Kicis tira foto ao lado de membra do partido neonazista alemão