Ciência

USP aponta eficácia de vírus causador da zika no combate aos tumores cerebrais

Redação Hypeness - 07/06/2021

Pesquisadores do Centro de Estudo sobre o Genoma Humano e Células-Tronco (CEGH), da Universidade de São Paulo (USP), obtiveram resultados animadores ao testarem o uso do zika vírus para conter tumores cerebrais no sistema nervoso central e irão começar a testar a técnica de forma mais ampla. Com informações do UOL.

– Vírus da zika pode atuar contra câncer de próstata; confira estudo

Zika vírus utilizado para tratar câncer não é o mesmo transmitido pelo mosquito Aedes Aegypt; cientistas alteraram o patógeno para que ele seja menos infeccioso e aja diretamente nos tumores, sem causar sintomas no paciente

Os cientistas identificaram no primeiro surto de zika vírus, que causou microcefalia em dezenas de fetos em 2015, que o patógeno atacava células muito similares às que originam alguns cânceres no sistema nervoso central. A teoria é que o vírus iria agir junto do sistema imune para combater o tumor.

Após estudos in vitro, em cães e em ratos, foi descoberto que, de fato, a metodologia pode funcionar. “Explicar o porquê desse mecanismo é algo complexo, mas provavelmente o vírus se adapta melhor ao maquinário das células progenitoras. Ele se replica melhor nelas e as destrói. A partir dessa constatação, decidimos, então, investigar se também atacaria as células-tronco tumorais do cérebro, e a resposta foi positiva. O inimigo virou um aliado, afirmou Mayana Zatz, do CEGH, ao UOL.

– Harvard desenvolve máscara que brilha se você tem coronavírus; entenda

O teste foi feito 29 camundongos, que possuíam tumores humanos no sistema nervoso central. A metodologia com o zika vírus foi efetivo em 20 dos indivíduos e desses, 7 tiveram seus tumores completamente eliminados. O tratamento durou entre duas a quatro semanas.

O vírus foi aplicado de forma pontual na região dos tumores e não causou efeitos colaterais ou sintomas nos animais que receberam o teste. Agora, os pesquisadores buscam autorização da Anvisa para iniciar o tratamento em fase de testes em seres humanos.

Entenda como vírus podem ajudar na luta contra tumores: Como a cura do câncer de um homem com covid-19 faz justiça a um médico do século 19

“É o que tem de mais quente na área de terapias avançadas. O que se percebe na biologia é que muitos vírus têm propensão a se multiplicar em células de linhagem tumoral, porque nelas, ao mesmo tempo em que encontram receptores, não encontram resistência. Com base nisso, podemos programar uma terapia antitumoral em uma célula específica que está sendo o problema. Há um campo enorme a ser explorado”, afirmou Renato Astray, diretor do Laboratório Multipropósito do Instituto Butantan.

Publicidade

Fotos: © Getty


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Xepa da vacina contra covid em SP abre para adultos com mais de 18 anos e sem comorbidades