Criatividade

Veja o jovem Morgan Freeman interpretando um vampiro tomando banho em um caixão nos anos 70

Vitor Paiva - 02/06/2021

Quem hoje vê um grande artista como o ator estadunidense Morgan Freeman colhendo os frutos de uma carreira gloriosa em Hollywood mal pode imaginar que ele um dia foi um jovem iniciante, atuando em pequenos (e hilários) papéis – até mesmo um vampiro como o Conde Drácula. Um antigo vídeo postado no YouTube anos atrás vem sendo redescoberto e viralizando ao “relevar” Freeman interpretando uma versão cômica de um vampiro, feliz da vida ao tomar banho em seu caixão.

O grande ator estadunidense Morgan Freeman

O grande ator estadunidense Morgan Freeman já viveu um vampiro na TV © Getty Images

-Morgan Freeman transforma propriedade imensa em santuário para proteger abelhas

No vídeo, a versão humorística e higiênica do príncipe das trevas vivido por Freeman canta os prazeres e alegrias de se banhar em seu caixão, que funciona essencialmente como um sinistra – e, ao mesmo tempo, hilária – banheira, com água e sabão até sua borda. Enquanto alguns vampiros escolhem se banhar em uma banheira de fato ou mesmo na pia, ele canta, o vampiro de Freeman prefere o caixão, “ainda que minhas chuveiradas eu tome na cova”, conclui a canção.

O vampiro Vincent, vivido por Freeman no programa dos anos 70

O vampiro Vincent, vivido por Freeman no programa dos anos 70

-Conheça as ruínas que inspiraram Bram Stoker na criação de Drácula

Segundo a letra da canção, no caixão ele jamais perderá um anel nem pegará um resfriado – e, à luz de velas, ele se ensaboa com cheiro de cravo. “Eu desejo me limpar em algo macio e forrado de rosa”, canta o vampiro, interpretado pelo ator em 1974. A cena é parte de um episódio do The Electric Company, programa de TV com fins educativos para crianças e jovens exibido nos EUA entre 1971 e 1977 – e que utilizava esquetes de humor para ajudar a desenvolver os conhecimentos de leitura e gramática nas crianças.

O personagem era recorrentemente interpretado pelo ator dentro do programa e se chamava Vincent, um vampiro vegetariano.

Morgan Freeman vivendo o vampiro Vincent na TV

Reza a lenda que Freeman não gostava de trabalhar no programa

-Banheira minimalista em forma de rede leva inovação e estilo para o banho

Com cerca de 34 anos, Freeman era então um ator ainda distante de alcançar o imenso sucesso em Hollywood que viria a conquistar nas décadas seguintes, especialmente a partir do final dos anos 1980 e início dos anos 1990. Consta que sua participação no elenco do programa, porém, lhe trouxe estabilidade financeira e reconhecimento do público nos EUA pela primeira vez – produtores garantem, no entanto, que o ator não gostava do trabalho que realizava, e que lhe trazia imenso cansaço. Morgan Freeman fez parte do elenco de The Electric Company até 1975 – e mais tarde ele afirmaria ser grato pelo que o trabalho lhe trouxe.

Morgan Freeman vivendo o vampiro Vincent na TV

O vampiro era vegetariano e cantor

Publicidade

© fotos: YouTube/Reprodução/Créditos


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutor em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Ethan Hawke falando da importância da criatividade vai fazer você repensar sua vida