Sustentabilidade

Brasil registra recorde de baleias encalhadas; entenda fenômeno

Vitor Paiva - 23/07/2021

De acordo com dados levantados pelo Projeto Baleia Jubarte, ao longo do primeiro semestre de 2021 foram registrados 48 encalhes de baleias jubartes no litoral brasileiro.

O número é o maior já registrado pelo período, e supera com folga dados equivalentes de anos inteiros – o recorde anterior havia sido o ano de 2016 quando 22 baleias jubarte foram encontradas encalhadas nas praias brasileiras no mesmo período, mas tudo indica que o atual será o pior ano dos registros históricos – os 48 encalhes contabilizados já superam os anos de 2002 a 2009, bem como 2011, 2012 e 2015 na totalidade dos períodos.

Uma jubarte nadando em águas do Pacífico

Uma jubarte nadando em águas do Pacífico © Getty Images

-Baleias jubarte vivem insegurança alimentar em nova crise provocada por emergência climática

Jubartes encalhadas em areias quase sempre significam animais que já se encontram mortos ou que provavelmente virão a falecer, por conta inclusive da dificuldades de desencalhar e retornar o animal às águas.

Em muitos casos o falecimento é mesmo natural, de velhice ou como efeito de alguma doença, ou de algum filhote que por motivos diversos tenha se afastado de sua mãe, mas alguns casos podem sim ser frutos da ação humana, como por se enroscar em uma rede de pesca ou como efeito indireto da poluição.

Baleia encalhada em praia baiana em 2021

Baleia encalhada em praia baiana em 2021 © Projeto Baleia Jubarte

Baleia na Bahia

Outro animal encalhado no sul da Bahia © PMP/divulgação

-Moradores fazem churrasco com carne de baleia que encalhou em Salvador; entenda riscos

A maior incidência de casos foi registrada nas praias de São Paulo e Santa Catarina, onde especialistas vêm observando a presença de baleias especialmente magras – normalmente as baleias vem ao litoral brasileiro para se reproduzir, mas na maior parte dos casos notados se tratava de animais ainda jovens, antes da maturidade sexual, buscando cardumes na região para se alimentar.

A redução de peso nos animais pode se dar por redação do número de krill, pequenos crustáceos e peixes, as principais fontes de alimentação das baleias, ou um deslocamento de tais animais para outras regiões por conta de desequilíbrios.

Baleia encalhada no Brasil

As baleias estão aparecendo mais magras no Brasil © PMP/divulgação

Baleia encalhada

A maioria dos animais infelizmente falece quando encalha © Divulgação

-Pescadores ganham quase R$ 8 milhões com ‘vômito’ de baleia

Os motivos para o alto número de encalhes são, portanto, diversos, e entre as hipóteses foram levantadas até mesmo boas notícias. Segundo consta, medidas importantes como a proibição da caça e a criação e manutenção de iniciativas de conservação da espécie foram fundamentais para que a baleia tenha deixado de estar na lista de animais que correm risco de extinção. A boa notícia, porém, não é absoluta, já que 2021 também representa recorde de baleias jubarte presas em redes de pesca e mortas: o quadro, portanto, é alarmante, especialmente diante do alto índice de mortandade registrados nas areais nacionais desde o início do ano e até aqui.

Baleia jubarte

As jubartes já não mais estão entre os animais ameaçados de extinção © Getty Images

Publicidade

© fotos: créditos


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.