Sustentabilidade

Casas engolidas por dunas em Santa Catarina estão em área de preservação

Vitor Paiva - 20/07/2021

Dois elementos tão comuns e aparentemente banais quanto vento e areia causaram um estrago de dimensões catastróficas no Ingleses, em Florianópolis – onde o avanço das dunas invadiu e interditou duas casas no bairro da capital de Santa Catarina.

Por trás do ocorrido há, porém, mais do que o mero acaso movido pelos ares: segundo a Fundação Municipal do Meio Ambiente de Florianópolis (Floram), as casas afetadas são irregulares, construídas em uma Área de Preservação Permanente (APP), e que se encontram justamente no caminho do avanço natural das dunas na região.

Casas tomadas por areia em Florianópolis

As casas tomadas pela areia estão em área proibida para construção

-Meteoro é filmado explodindo ao entrar no céu de Santa Catarina

O peso da areia que tomou as duas residências é tamanho que pode afetar a estrutura das construções e provocar um eventual desabamento, e por isso a Defesa Civil decidiu por isolar os locais para a devida inspeção.

“As casas ali que são irregulares já tem processo ambiental em andamento há mais de 10 anos. Já foram autuadas, tem processo e agora o caso corre na Justiça, que vai determinar o futuro das residências”, afirmou a Floram em nota. Segundo informou a prefeitura de Florianópolis, as famílias foram orientadas a deixarem os imóveis e direcionadas ao atendimento pela Assistência Social.

Casas tomadas por areia em Florianópolis

Duas casas tiveram de ser interditadas pela Defesa Civil

Casas tomadas por areia em Florianópolis

Outras casas no Ingleses foram parcialmente invadidas pela areia

-Ex-engenheiro da NASA cria areia ‘líquida’ e leva internet à loucura

Outras residências na região também foram parcialmente tomadas pela areia, que bloqueou uma rua, impedindo a passagem de veículos e moradores, e derrubou um muro de segurança que visava justamente separar a rua e as dunas, mas até aqui nenhuma outra construção corre riscos.

“Os órgãos estão alinhando as medidas de intervenção que serão realizadas, prezando a segurança dos moradores e que tenha menor impacto ambiental. A questão será levada ao Ministério Público para garantir que as medidas tomadas sejam responsáveis quanto às questões ambientais”, diz a nota.

Casas tomadas por areia em Florianópolis

Um muro foi destruído pelo “movimento” das dunas

-A linda história do homem que se foi tentando salvar crianças no prédio que desabou em SP

O fenômeno ocorre no Ingleses, segundo geólogos, por conta de um banco areia na Praia do Moçambique, a cerca de 10 quilômetros da Praia dos Ingleses, e o forte vento na região.

Especialistas explicam se tratar de fenômeno natural, que ocorre há milhares de anos, desde o abaixamento do nível do mar – o risco de soterramento das casas e mesmo de pessoas, portanto, é evitável, desde que as construções sigam as recomendações e respeitem os limites estabelecidos.

Casas tomadas por areia em Florianópolis

O processo é natural e previsível, segundo especialistas

Publicidade

© fotos: Defesa Civil/reprodução


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.