Inspiração

Diana tem acidente em Paris recordado por bombeiro que cita últimas palavras da princesa

Redação Hypeness - 01/07/2021

A morte precoce da Princesa Diana deixou seguidores e fãs ao redor do mundo chocados. Na madrugada de 31 de agosto de 1997, a mãe dos príncipes William e Harry morreu no hospital Pitié-Salpêtrière, em Paris, após um acidente de carro no túnel da Ponte de l’Alma, na capital francesa. 

Harry revela abuso de drogas para lidar com morte de Diana e que Meghan o salvou

Príncipe Charles e Lady Di acompanham o príncipe William em seu primeiro dia de aula na Eton College, com Harry ao lado, em 1995.

Essa semana, o jornal britânico Daily Mail revelou quais foram as últimas palavras ditas pela princesa segundo um de seus resgatistas, o bombeiro Xavier Gourmelon

Ela falou, em inglês: ‘Meu Deus, o que está acontecendo?’”, contou Gourmelon. “Eu consegui entender isso, então comecei a acalmá-la, segurei a mão dela e então a colocaram na ambulância. Tudo aconteceu muito rápido, em dois ou três minutos.

O resgatista também se lembrou de ver o guarda-costas Trevor Rees-Jones, único sobrevivente da tragédia, se debatendo muito e falando palavras incompreensíveis em inglês. 

Diana: a princesa do povo que se tornou também ícone fashion

Foto do dia do acidente mostra o carro com Diana e Dodi (no banco de trás) e Trevor Rees-Jones ao lado do motorista Henri Paul.

De acordo com Gourmelon, não havia nenhum ferimento muito grave que pudesse ser visto no corpo da princesa quando ela foi retirada das ferragens. O único machucado estava localizado no ombro, mas não aparentava ser muito preocupante. Ele também afirmou que só depois que ajudou a colocar Lady Di na ambulância é que soube, por intermédio do capitão dos bombeiros, quem era aquela mulher. 

Ele me contou quem era ela e então eu a reconheci, mas na hora mesmo eu não percebi”, revelou.  

A primeira pessoa a ajudar no resgate de Lady Di foi o médico Frederic Mailliez, que passava pelo local. Foi ele que encontrou a princesa no chão da Mercedes em que ela estava. Ele lembra de vê-la com dificuldades para respirar, mas que, nos primeiros minutos de atendimento, tudo parecia bem. 

Memorial na loja de departamento Harrods, em Londres, homenageia Lady Di e Dodi, em 2003.

‘The Crown’ expõe relação conturbada entre Charles e Diana

Eu comecei a falar com ela em inglês e disse que eu era médico e que a ambulância estava a caminho e que tudo ficaria bem”, relembrou o médico ao jornal. Ele deixou o túnel quando a equipe de resgate chegou, ainda sem saber que havia atendido a princesa de Gales. 

No momento do acidente, Diana estava acompanhada de seu então namorado, o produtor de cinema e empresário Dodi Al-Fayed, do motorista Henri Paul, que morreram na hora, e do segurança Trevor Rees-Jones, único sobrevivente da tragédia. 

Os príncipes William, Harry e Charles durante o funeral da princesa Diana, em 1997.

 

Publicidade

Fotos: Getty Images


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Whindersson Nunes recebe carinho após post sobre saudade do filho morto prematuro