Debate

Faxineira pula de prédio após ser estuprada; advogado é acusado por 4 mulheres

Redação Hypeness - 20/07/2021

Uma mulher foi vista pulando da sacada de um apartamento. O momento foi captado pelas câmeras de segurança do condomínio localizado na zona leste de Teresina (PI). A pessoa flagrada pelas câmeras é uma faxineira que tinha acabado de ser estuprada dentro do imóvel. Jefferson Moura Costa foi preso em flagrante na quarta-feira (14). Com informações do G1. 

A delegada Vilma Alves, responsável pelo caso, explicou que a vítima tinha sido chamada pelo advogado para uma faxina em seu apartamento. Lá, foi surpreendida por investidas agressivas de Jefferson, que agarrou e estuprou a profissional.

Leia também: Mari Ferrer recebe apoio de deputadas em processo de estupro que se arrasta na Justiça

Faxineira pula de prédio para fugir de estuprador

Os vídeos mostram o momento em que a mulher chega ao condomínio acompanhada do agressor. Desesperada, a profissional continuou fingindo que estava fazendo faxina enquanto pensava uma forma de sair do apartamento. Eis que ela aparece na sacada do imóvel e pula para o estacionamento. 

O salto não foi registrado pelas câmeras do edifício, mas testes médicos realizados no Serviço de Atendimento às Mulheres Vítimas de Violência Sexual (SAMVVIS) confirmaram a versão da vítima.  

A mulher ainda é vista correndo no hall do condomínio até um prédio vizinho onde pediu ajuda de um morador. A polícia foi chamada em seguida.  

Jefferson Moura Costa é acusado de estupro por outras 4 mulheres

Histórico

Segundo o boletim de ocorrência, os agentes encontraram o advogado agredindo outra mulher, que também era faxineira, o que resultou em sua prisão em flagrante. Além da vítima que conseguiu escapar, outras quatro mulheres denunciaram Jefferson Moura Costa  por estupro. Ele passou as primeiras noites em uma cela especial no 12º Distrito Policial, mas já foi transferido para a Penitenciária Irmão Guido. 

Jefferson é acusado de estuprar uma vendedora de cosméticos de 26 anos, conforme depoimento colhido pela delegada Vilma Alves. O advogado teria comprado produtos pela internet para atraí-la até sua casa. A mulher disse à polícia que foi agarrada ainda na porta do apartamento do advogado, que a levou para dentro e a estuprou.

Além de estupro, Jefferson Costa responde pelo homicídio do cabo do Exército Arone de Moura Lima, ocorrido em abril de 2010. O advogado, diz o processo, atirou no peito da vítima, que estava na calçada de casa. O caso ainda não foi julgado e o advogado responde em liberdade. 

A Ordem dos Advogados do Brasil comunicou a suspensão do registro do advogado Jefferson Moura Costa. A OAB-PI abriu também um processo disciplinar via Tribunal de Ética e Disciplina para investigar a conduta do advogado. A defesa de Jefferson ainda não se manifestou sobre o caso de estupro contra a faxineira. 

Publicidade

Fotos: foto 1: Divulgação/Polícia Militar do Piauí/foto 2: Reprodução/Facebook


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
SP gasta R$ 400 mil com fuzis para GCM e Padre Julio Lancellotti classifica ato como ‘desumano’