Criatividade

Guia identifica vaga-lumes pelo formato e a duração das luzes

Vitor Paiva - 02/07/2021

Vislumbrar um vaga-lume no campo ou ainda mais em uma grande cidade é sempre um momento de magia e alegria proporcionado pela natureza, mas se engana quem pensa que tais insetos voam ou principalmente piscam e se iluminam da mesma forma: tal qual as estampas na pele de diversos animais, os vaga-lumes apresentam milhares de padrões diferentes de voo e luz. A fim de ilustrar tal variedade e ajudar os observadores a identificarem cada espécie, a Natural Geographic desenvolveu um simpático guia, com gráficos e vídeos, mostrando como pisca, como voa e como são diferentes cada espécie de vaga-lume.

Show de luzes em floresta por vaga-lumes

Show de luzes em floresta por vaga-lumes

-Vaga-lume é colocado em lista de espécies em extinção por universidade dos EUA

Alguns, por exemplo, piscam mais demoradamente, enquanto outros sinalizam acendendo mais veloz e intensamente – e o mesmo vale para o desenho do voo. Enquanto alguns vaga-lumes fazem formatos de J em seu jeito de voar, outros criam pequenos anéis de luz horizontais – e assim por diante. O guia explora as características de 6 espécies, especialmente presentes e populares nos EUA – mas a verdade é que existem mais de 2 mil tipos diferentes do inseto no mundo.

O guia mostra o movimento e o tipo de luz de cada inseto

O guia mostra o movimento e o tipo de luz de cada espécie

-As borboletas gigantes e outros insetos pintados em capas de livro por Rose Sanderson

O guia da National Geographic ilustra os tipos de vaga-lumes presentes no Great Smoky Mountains National Park, um parque nacional localizado na fronteira dos estados do Tennessee e da Carolina do Norte, por esse ser um local especialmente popular para a observação dos insetos luminosos. Além do vídeo em animação ilustrando a luz dos voos em diferentes momentos do anoitecer e da noite propriamente, a plataforma mostra o formato padrão do desenho luminar de cada espécie, o nome e mais.

Exemplo de como o site ilustra cada tipo de vaga-lume

Exemplo de como o site ilustra cada tipo de vaga-lume

-10 imagens incríveis clicadas por viajantes em concurso da National Geographic

O Photinus pyralis, por exemplo, é a espécie mais comum na América do Norte, e sua “lâmpada” foram o tal desenho em J a cada 5 a 7 segundos; já o vaga-lume da espécie Photinus macdermotti costuma voar sozinho, e pisca como uma bolinha a cada segundo, como também faz o Photinus carolinus – esses, porém, costumam voar em bando e piscar simultaneamente, criando um verdadeiro show. Há, portanto, estilos variados para todos os gostos em espetáculos diversos – o que não falta é encantamento, como também não falta informação no luminoso guia.

Um vaga-lume visto de perto - com a luz acesa

Um vaga-lume visto de perto – com a luz acesa

Publicidade

© fotos: Getty Images/reprodução National Geographic


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é mestre e doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Publica artigos, ensaios e reportagens, é autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Drone flagra sem querer mergulhador fugindo de ataque de tubarão; veja vídeo