Viagem

Ilha que eliminou relógio quer ser reconhecida como 1ª ‘zona livre sem tempo’

Redação Hypeness - 20/07/2021 | Atualizada em - 21/07/2021

O tempo não passa na ilha de Sommarøy, no norte da Noruega – ou não ao menos como no resto do planeta: enquanto nos acostumamos a organizar nossas vidas com a passagem dos dias imposta pelo nascer e o pôr do sol, por lá o ano é dividido diferente, com um dia que dura meses seguido de uma noite igualmente sem fim.

Não é por acaso, portanto, que recentemente a ilha tentou se tornar o primeiro local do mundo a abolir a contagem, e se tornar a primeira “zona livre” de tempo no planeta.

Visão geral da ilha ao norte da Noruega

Visão geral da ilha ao norte da Noruega © Wikimedia Commons

-Festival de música na Islândia tem três dias ininterruptos de sol

A localização ao extremo norte do planeta cria em Sommarøy uma condição temporal efetivamente singular e extrema: entre 18 de maio até 26 de julho o sol simplesmente não se põe, “um dia” que dura 69 dias no total.

Naturalmente que a população precisa se adaptar a tal realidade, e isso inclui não dividir a vida pela noite e o dia da mesma forma que faz o resto do mundo – segundo moradores, é normal ver crianças brincando na rua ou pessoas realizando tarefas domésticas em horários que, no resto do mundo, seriam de plena madrugada.

Sommarøy

Sol brilhando à meia-noite em Sommarøy

Sommarøy

Por 69 dias ao ano o sol não se põe em Sommarøy

-Com pouca luz solar, cidade norueguesa é iluminada por espelhos gigantes

Quando chega o inverno, porém, a situação se inverte, e entre Novembro e Janeiro o sol simplesmente não nasce e tudo permanece escuro por mais de dois meses. Foi por isso que, em 2019, os cerca de 350 moradores da ilha se reuniram para assinar uma petição pedindo ao parlamento norueguês que reconhecesse o local como “zona livre” de tempo – seria, disseram, simplesmente reconhecer algo que já ocorre na região.

Sommarøy

No auge do do inverno se dá o inverno, e em Sommarøy, e nunca é dia entre novembro e janeiro

-Noruega se recusa a perfurar poço de petróleo milionário por impacto ambiental

Oficialmente a função da petição era de permitir flexibilizar e adaptar o funcionamento de escolas e trabalhos à realidade local, mas muita gente viu o pedido como uma notícia falsa ou simplesmente uma eficaz jogada de marketing: um jeito de tornar a região em notícia e atrair mais turistas para Sommarøy. Seja como for, uma coisa é real na ilha: o sol de fato por quase 70 dias não se põe, e quem quiser sair para nadar às 4 da manhã vai encontrar o vizinho pintando a casa ou cortando a grama em pleno sol da madrugada.

Sommarøy

O turismo e o tempo são uma das principais fontes de renda na ilha 

Publicidade

© fotos: Getty Images/créditos


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.


Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Primeiros turistas astronautas revelam suas roupas para a viagem histórica