Inovação

Pets: com volta ao normal, escritórios no Reino Unido passam a permitir cães no trabalho

Vitor Paiva - 23/07/2021

Por conta da pandemia, os cachorros alegremente se acostumaram a ter seus amigos humanos em casa por muito mais tempo. Conforme a vacinação avança e os protocolos de segurança são respeitados, alguns países vão iniciando o processo de afrouxamento da quarentena e das medidas exigidas pela pandemia – e se o mundo por lá vai voltando ao dito normal, algumas novidades parecem que vieram para modificar alguns cenários de antes: é o caso de alguns escritórios e ambientes de trabalho no Reino Unido, que passaram a aceitar a presença de cachorros.

Cachorro em ambiente de escritório

A nova tendência é fortemente influenciada pelas mudanças impostas pela pandemia

-9 em cada 10 pessoas são a favor de cachorro no ambiente corporativo

A mudança se deu especialmente por conta das muitas pessoas que adotaram animais durante o período que tiveram de trabalhar de casa e, na volta aos escritórios, não tinham com quem deixar os pets – alguns escritórios vem tomando a decisão coletiva de criar espaços para os cães ou simplesmente permitir os mais comportados a ficarem ao lado de seus donos. A novidade também visou solucionar o caso de animais que apresentaram reações intensas ao serem deixados em casa, conforme revelou matéria no jornal inglês The Guardian.

Cachorro em ambiente de escritório

A solução para o dilema vem sendo a permissão da presença dos animais nos escritórios

-Página ‘Cães trabalhando de casa’ retrata companheiros peludos no home office

A aceitação dos animais não se deu, é claro, sem adaptações e exigências sanitárias e médicas – para casos, por exemplo, de pessoas que apresentem eventual alergia aos animais. Relatos confirmam, porém, que além dos benefícios para a saúde emocional dos animais, os ambientes no escritórios que passaram a permitir que os funcionários levem seus pets para o trabalho melhoraram consideravelmente, tornando os locais menos estressantes e mais amigáveis.

Cachorro em ambiente de escritório

A novidade exige adaptações sanitárias e ambientais eventuais

-Cachorros e coronavírus: os peludos são grandes aliados em tempos de isolamento

Segundo pesquisas recentes, cerca de 3,2 milhões de residências no Reino Unido adotaram algum animal nos últimos 16 meses, período referente à pandemia, e diversas organizações pelos direitos animais agora se preocupam com possíveis devoluções ou abandonos por conta retorno que se inicia à vida normal. Consta que cerca de 42% dos trabalhadores britânicos que possuem pets esperam poder levar os animais para o trabalho como uma forma de não deixar os animais por tanto tempo sozinhos e também de manter o bem-estar dos bichanos, que se acostumaram com a presença constante de seus melhores amigos durante a quarentena.

Cachorro em ambiente de escritório

Pesquisas sugerem que a presença dos animais melhora os ambientes profissionais

Publicidade

© fotos: Getty Images


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.