Diversidade

‘Pobre na FGV’: relato de jovem aluna em instituição de ensino de elite viraliza

Vitor Paiva - 16/07/2021 | Atualizada em - 19/07/2021

Se muitos conteúdos que viralizam na internet nos fazem rir simplesmente, alguns nos fazem também refletir, e é esse o caso do vídeo da estudante Gabrielle Sadovski, que aos 21 anos dividiu no Tik Tok o que ela aprendeu “sendo pobre em uma faculdade de elite”. Com informações do Universa.

A jovem estuda Administração Pública na Fundação Getúlio Vargas, como bolsista em um curso que, como ela própria mostra no início do vídeo, custa R$ 5.100,00 por mês, e no vídeo divide uma série de reflexões a partir da experiência daquele ambiente acadêmico pelos últimos quatro anos.

A estudante Gabrielle Sadovski

A estudante Gabrielle Sadovski © Instagram

-Aluno que chamou colega de ‘escravo’ volta à FGV-SP. Protestos pedem punições para ele

Segundo ela, a primeira coisa que aprendeu foi sobre como as noções de meritocracia são falaciosas – como a meritocracia não existe.

“Eu comecei a ver um monte de gente que literalmente só tava onde tava porque ganhou na loteria da vida”, comentou, colocando na perspectiva das muitas pessoas talentosas que conheceu em escola pública mas que não conseguia “ir para lugar nenhum” por não ter dinheiro. A segunda reflexão levantada no vídeo viral é a falta de consciência de classe de grande parte dos companheiros de curso.

A estudante Gabrielle Sadovski

O vídeo já passou de 1 milhão de visualizações no Tik Tok © Instagram

-FGV reuniu Sergio Moro, Xuxa e ator de ‘Modern Family’ em trote inusitado

E a lista segue, com a clara diferença entre classe média – que costuma tentar se afirmar financeiramente – e elite – que fica calado sobre sua situação financeira privilegiada – bem como sobre a facilidade com que os alunos viajam para fora do Brasil frequentemente, todos falam inglês e, ponto que resume toda a reflexão: a dimensão da desigualdade social. “Isso se provou em várias coisas, como o salário de estagiário ser mais alto que o que minha avó ganhou a vida inteira”, diz Gabrielle.

Um dos prédios da FGV

Um dos prédios da FGV © divulgação

-‘De estagiária à presidente’: O conto da meritocracia que virou meme na internet

No momento da conclusão deste texto o Tik Tok já tinha passado dos 1,3 milhões de visualizações, com cerca de 330 mil curtidas – antes de publicar o vídeo ela tinha 30 seguidores, e agora já se aproxima dos 40 mil, com 530 mil curtidas e milhões de visualizações no total. Desde então, Gabrielle vem postando outros vídeos, comentando temas diversos do curso e da faculdade, e se aprofundando na reflexão sobre as diferenças e desigualdades no contexto da FGV, da vida acadêmica e mais.

Gabrielle

Gabrielle irá para um estágio na Hungria © Instagram

-Estrela de meme do incêndio usou R$ 2,7 mi de venda de foto em NFT para pagar dívidas

E, segundo ela, os vídeos seguirão, mas agora diretamente do exterior: em agosto ela embarca para a Hungria, para um estágio em administração na Corvinus University of Budapest. A fim de ajudar nos custos do intercâmbio ela lançou uma vaquinha no Tik Tok, com a chave pix vakinhagabi@gmail.com para quem puder ajudar com qualquer quantia – e quem não puder ajudar, ela convida a comentar na postagem e engajar o tema.

Publicidade

© fotos: créditos


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é mestre e doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Publica artigos, ensaios e reportagens, é autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
‘Me sinto orgulhoso em dizer que sou um homem gay e campeão olímpico’, celebra atleta britânico