Estilo

‘Projeto Sankofa’: conheça as marcas de estilistas negros que desfilaram na SPFW

Redação Hypeness - 05/07/2021 | Atualizada em - 06/07/2021

Marcas de moda negra ocuparam a última edição da São Paulo Fashion Week (SPFW), que aconteceu entre os dias 23 e 27 de junho de forma totalmente digital. Tudo graças à ação do Projeto Sankofa, criado pelo movimento Pretos Na Moda e pela startup de inovação social Vetro Afro Indígena na Moda (Vamo), que selecionou oito designers para desfilarem suas criações no maior evento do ramo no país. 

A boutique do Harlem que revolucionou a moda dos anos 1960 com estética e orgulho afro

Coleção da TΔ Studios para a SPFW.

A seleção foi feita por meio de duas etapas: uma diante do júri do VAMO e outra diante de um segundo júri formado por Luanda Vieira, da Vogue, Natasha Soares, da Pretos na Moda, e Camila Yahn, da FFW. As marcas escolhidas foram apadrinhadas por outras que já fazem parte da SPFW.

Conheça a Katuka, loja de Salvador onde empoderamento negro, literatura e moda se unem

Para Rafael Silvério, da VAMO e dono de uma das marcas selecionada, a Silvério, colocar oito empreendedores pretos no evento é um passo importante para mostrar que há diversidade dentro da moda de estilistas negros. “A moda preta brasileira é muito mais diversa do que os estereótipos que nós estamos acostumados a ver”, pontuou, em entrevista ao “Uol”.

Estilista congolesa altera rumos da moda com desfile em 3D durante pandemia

Veja abaixo como foi um pouco dos desfiles das oito marcas selecionadas:

Meninos do Rei

Adupè aos nossos ancestrais e toda força que nos faz raíz.

Adupè a nossa família, amigos e admiradores do nosso trabalho, tudo é feito com amor e muita dedicação.

Adupè a Exú que abriu caminhos e permitiu que o mostrássemos sob os nossos olhos.

Adupè ao projeto Sankofa pela mudança promovida e por toda sua equipe, que faz essa máquina funcionar de forma grandiosa.

Adupè a nossa marca madrinha João Pimenta, pelo acolhimento e palavras preciosas e a todos os profissionais que se doaram e acreditaram no nosso trabalho.

Adupè a vida, a saúde e ao amor.

Laroyê Exú!

Que o senhor continue nos abençoando com muita criatividade e caminhos a desbravar.

Naya Violeta

A infância passada em quintais de tias costureiras, fez com que a designer goiana, @nayavioleta, encarasse o fazer roupa “como um processo de autonomia de quereres”. E como o mercado não lhe oferecia o que desejava, graduou-se em Design de Moda na Universidade Estadual de Goiás, com especialização em Processo e Produtos Criativos na UFG.

Assim, começou a construir um trabalho autoral e afro afetivo, fundado nas histórias da cultura negra da região e suas manifestações populares, como a Congada de Catalão, A Folia de Reis, A Romaria do Muquém de Niquelândia e o Vão das Almas do Quilombo Kalunga.

Mile Lab

Aqui, agora, nessa terra…

É fruto ancestral quem pisa.

Se mantendo como base de potência para elevar os nossos todos os dias!

Baobá, a força que percorre dentro de cada corpo marginal existente.

Raiz da sabedoria!

Santa Resistência

Ao homenagear Elizabeth de Toro, em nossa estreia no line-up do SPFW, a intenção foi homenagear todas às mulheres que assim como ela tomam as rédeas da própria vida não aceitando imposição limitante, são realezas em toda plenitude da pele negra, são estrelas de primeira grandeza.

E hoje, essa homenagem será feita em vida.

Convido todos vocês à fazerem uma imersão na vida desta mulher excepcional através do nosso fashion film hoje, 25 às 19h45 nos canais oficiais do SPFW.

Az Marias

Falar de Nzinga é falar sobre: força e resiliência.

Essa coleção inspirada em sua história, trás em si toda essa força e empoderamento em forma de vestuário. Fazendo com que todas as mulheres possam celebrar seus corpos, amores e paixões, mas também ter a coragem de ir à guerra, quando necessário. Colocando em evidência o poder da mulher Brasileira, Bela, forte, Rainha Guerreira, doce e amarga. Em toda sua pluralidade e diversidade.

Os tecidos leves porém estruturados, criam uma fluidez para ressignificar e exaltar o corpo real, em todos seus tamanhos, curvas e delineações.

Com essa coleção celebramos a força de ser mulher, nossa rainha e inspiração Nzinga e a nós, a marca AZ Marias.

Silvério

TΔ Studios

Eu, Gi Caldas, materializo a coleção Adinkra, uma dança dos nativos com os cuidadores da cultura Ioruba. Os arquétipos divindades, caboclos, Erês,Pomba-Gira e o Zé Pernambucano, (o Zé Pelintra da Região Nordeste), o Omulu do Candomblé se vestem diurnos com o nascer do Sol e se materializam por todos os lados e pra quem tiver olhos de ver.

Ateliê Mão de Mãe

Nossas peças trazem detalhes como búzios e palha da costa, como alusão aos orixás. A paleta de cores remete a luz solar, porém, mais sóbria, traduzidas em peças atemporais, sofisticadas e cheias de personalidade. Coleção Ressignificação te convida a voltar as origens de um povo milenar.

 

Publicidade

Fotos: SPFW/Divulgação


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Olimpíadas: estas foram as delegações mais estilosas na abertura em Tóquio