Debate

Quem é o ministro nazista de Hitler cuja neta posou ao lado de Bolsonaro

Yuri Ferreira - 26/07/2021

A deputada Beatrix von Storch, do AfD, partido de extrema-direita alemão, publicou uma foto ao lado do presidente Jair Bolsonaro nessa segunda-feira. A parlamentar é neta de Lutz Graf Schwerin von Krosigk, um ministro nazista que trabalhou durante todo o período para o ditador Adolf Hitler.

– A expansão do neonazismo no Brasil e como ele afeta as minorias

Beatrix von Storch e Jair Bolsonaro: presidente se aproxima ideologicamente da líder da AfD, partido com ligações a grupos neonazistas na Alemanha

Ministro nazista de Hitler 

Mas quem foi von Krosigk? O ministro alemão se tornou um dos principais pilares políticos do governo nazista. Ele serviu como ministro das Finanças da Alemanha 1932 e 1945 e, após a morte de Adolf Hitler e Joseph Goebbels, assumiu como chanceler ou chefe de estado substituto do governo nazista antes da ocupação militar do leste alemão pelos soviéticos e do oeste alemão pelos ingleses e estadunidenses.

– Entenda origem de símbolo usado por neonazista exibido pela extrema-direita em protesto em SP

O Ministério das Finanças de Von Krosigk era um dos principais pilares de sustentação fiscal do nazismo. O regime notoriamente se apropriou das propriedades de judeus perseguidos e enviados para campos de concentração. Ele foi o responsável pela venda desses bens e apropriação desses bens pelo governo alemão.

Ele foi condenado a dez anos de prisão no julgamento dos Ministros por ter colaborado com o regime nazista. Considerado um ‘técnico’ e ‘não-partidário’, Lutz se rendeu facilmente ao nazismo e por mais de 13 anos colaborou com a morte de mais de seis milhões de judeus no Holocausto.

– Os elogios do ex-líder da Ku Klux Klan ao presidente do Brasil em 2018: ‘Soa como nós’

Lutz Graf Schwerin von Krosigk e Adolf Hitler durante evento do partido nazista

Beatrix von Storch, neta do nazista, faz parte da AfD, partido de extrema direita da Alemanha. O partido é investigado por conexões com grupos neonazis no país pela polícia. Depois de se encontrar com Bia Kicis, uma das principais parlamentares da base do governo Bolsonaro, Beatrix se encontrou com o presidente e afirmou que possui uma agenda em comum com o chefe do estado.

Explicamos a relação do AfD com o nazismo aqui: Bia Kicis tira foto ao lado de membra do partido neonazista alemão 

“Gostaria de agradecer ao Presidente brasileiro pela amistosa recepção e estou impressionado com sua clara compreensão dos problemas da Europa e dos desafios políticos de nosso tempo. Em um momento em que a esquerda está promovendo sua ideologia por meio de suas redes e organizações internacionais em nível global, nós, conservadores, devemos formar uma rede mais próxima e defender nossos valores conservadores em nível internacional”, afirmou a Beatrix em uma postagem nas redes sociais.

Publicidade

Fotos: Reprodução/Instagram


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness.