Futuro

UNE elege primeira mulher negra em quase 100 anos de história

Redação Hypeness - 19/07/2021 | Atualizada em - 21/07/2021

O último Congresso Nacional da União Nacional dos Estudantes (CONUNE) registrou a primeira vitória eleitoral de uma mulher negra para a presidência da UNE. Bruna Belaz ganhou a eleição do Congresso e se torna a segunda mulher preta a presidir a maior entidade de representação dos estudantes do nosso país.

A primeira foi Moara Correa, que assumiu a direção da entidade após a presidente Carina Vitral abandonar o cargo em 2016. Moara assumiu por ser uma vice-presidenta, mas abriu o caminho para a liderança das mulheres na UNE.

– Aluna aprovada em 1º tem matrícula cancelada; Unirio é acusada de dificultar vida de cotistas negros

Bruna Brelaz: a manauara socialista que assume a presidência da maior entidade do movimento estudantil brasileiro é a primeira mulher negra eleita para a posição

A recém-empossada presidenta da UNE é estudante de direito, manauara, negra e representa a União da Juventude Socialista, organização ligada ao Partido Comunista do Brasil (PCdoB). A UJS é o leão grande da entidade e colecionada vitórias consecutivas dentro da União.

– ‘Pobre na FGV’: relato de jovem aluna em instituição de ensino de elite viraliza

Bruna promete uma gestão da UNE como liderança nas movimentações contra o presidente Jair Bolsonaro. Em entrevista ao UOL, a chefe da entidade compara o papel da UNE agora com o movimento ‘Fora Collor’, preponderante para a queda do ex-presidente do Brasil em 1991

– O impactante depoimento de um estudante de medicina africano da UFRJ sobre o racismo no Brasil

“Na época do ‘fora, [Fernando] Collor’, o movimento pelo impeachment teve a participação mais focada nos alunos de escolas particulares, da classe média. Hoje a cor e a origem dos jovens que estão nas ruas mudaram muito”, disse Brelaz ao UOL.

“Gritamos ‘fora, Bolsonaro’ sobretudo para interromper o processo violento de destruição das universidades, das escolas, do sistema educacional no país. A gente precisa reverter o corte de quase R$ 2 bilhões no orçamento da educação, a política desumana do teto de gastos, os ataques à autonomia universitária. Tem estudante que está passando fome, desempregado e a evasão do ensino superior é uma grande realidade”, completou.

Publicidade

Fotos: Reprodução/Twitter


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Picasso tem obra original queimada para ser transformada em NFT; veja vídeo