Inspiração

7 filmes com reflexões importantes para o Dia da Igualdade Feminina

Gabriela Rassy - 27/08/2021

O Dia Internacional da Igualdade Feminina é comemorado em 26 de agosto e não há um dia em que as mulheres não pensem sobre isso. Seja na hora de escolher a roupa para sair, caminhando pela rua ou na hora de buscar um trabalho. Ainda estamos longe da igualdade, mas lutando todos os dias para que este cenário mude e possamos atingir a equidade de gênero.

Para lembrar da importância desta data, o Hypeness se uniu ao Telecine para uma seleção de longas com reflexões urgentes sobre a igualdade feminina. Nesta lista vamos de Octavia Spencer interpretando ninguém menos que Deus até Cynthia Erivo no papel da ativista Harriet.

Vamos nessa!

A Cabana

No longa, Mack Phillips (Sam Worthington) vive em luto após sua filha desaparecer. O filme chama a atenção por colocar a atriz Octavia Spencer para interpretar Deus em uma das primeiras representações cinematográficas como uma mulher negra. Ainda que a divindade não tenha gênero, o filme sai do padrão masculino e avança sobre a igualdade e a representatividade.

Estrelas Além do Tempo

Durante a corrida espacial, três mulheres matemáticas negras Katherine Johnson (Taraji P. Henson), Dorothy Vaughn (Octavia Spencer) e Mary Jackson (Janelle Monáe) tentam se autoafirmar dentro da NASA, ainda muito racista e sexista. Enquanto lidam com o chefe (Kevin Costner) e o funcionário Paul (Jim Parsons), que tenta sabotá-las. Baseado em uma história real, o longa foi indicado a três Oscars, incluindo o de Melhor Filme.

Mulheres ao Poder

Sob o mote “não somos bonitas, não somos feias, estamos com raiva”, ativistas (Keira Knightley, Jessie Buckley) do Movimento de Liberação das Mulheres fazem um protesto na competição Miss Mundo. Na Londres da década de 1970, as mulheres ganham notoriedade enquanto Jennifer Hosten (Gugu Mbatha-Raw) se torna a primeira mulher negra a vencer o título. Baseado em uma história real.

O Corpo é Nosso

Mistura de ficção e realidade, o documentário retrata o cotidiano da mulher em relação ao uso do seu corpo em manifestações de música, dança e sexualidade. O filme traz à tona discussões como o feminismo mostradas através da desconstrução da visão masculina imperante.

Mulher

O documentário traz reflexões sobre a realidade atual na perspectiva de 2.000 mulheres de diversas nacionalidades. Ao discutir temas como maternidade, educação, independência financeira, sexualidade e outros assuntos, as entrevistadas jogam luz nas injustiças relacionadas a questões de gênero.

Antônia – o Filme

Antônia, conta a história de quatro amigas do bairro pobre Brasilândia em São Paulo, que tentam conquistar o sucesso formando um grupo de música. Apesar do sonho das meninas começar a virar realidade, elas lidam com a realidade de um cotidiano de violência, machismo e pobreza.

Harriet

Baseado na história real da heroína Harriet Tubman (Cynthia Erivo). Em 1849, Harriet consegue fugir do local onde é escravizada e, a partir daí, trilha um caminho de ativismo e defesa da população negra. Com a Guerra Civil americana em andamento, ela bravamente toma a frente de inúmeras fugas que salvaram centenas de pessoas em situação de escravidão. Indicado a dois Oscars, incluindo o de Melhor Atriz.

Curtiu a seleção? Então você vai amar as Cinelists Mulheres Fazem Cinema Mulheres Pretas e Visibilidade Lésbica do hub de cinema Telecine, que oferece 30 dias de acesso grátis para novos usuários na plataforma de streaming. Até a próxima!

Publicidade

Fotos: reprodução


Gabriela Rassy
Jornalista enraizada na cultura, caçadora de arte e badalação nas capitais ensolaradas desse Brasil, entusiasta da cena musical noturna e fervida por natureza.