Arte

Agenda Hype em casa: Gaby Amarantos, Liniker, Chico César e Zeca Baleiro nos lançamentos

Gabriela Rassy - 25/08/2021 | Atualizada em - 27/08/2021

Se até agosto tá voando, imagina só a nossa cabeça com tanto assunto. Aqui é seu momento de puro prazer e de reflexões necessárias que só a arte traz, mas tudo entre músicas, lives, lançamentos, filmes, podcasts e playlists.

Destaque para a 14ª edição do IC Encontro de Artes sob o tema “Arte Dá Trabalho”, com apresentações online de Tiganá Santana, Josyara, Hiran, Yan Cloud, Jadsa e muito mais. No Sonido Sessions, Guitarrada das Manas e de Waldo Squash encerram a programação.

Os lançamentos da semana passam por Gaby Amarantos e Liniker, Chico César e Zeca Baleiro, Bebé Salvego, Amanda Magalhães, Fabriccio e outras delícias sonoras.

Vem na minha!

#playlist

Vem na Minha | Agosto
Sua playlist mensal de lançamentos do mês por mim, Gabriela Rassy.

Trilha Sonora
A Trilha Cervejaria acaba de elevar o casamento entre música e cerveja a uma nova potência. A marca convidou Juçara Marçal, Caçapa, Felipe Cordeiro, Monkey Jhayam e Kiko Dinucci para criarem playlists inspirados pelo sabor das cervejas. O resultado foi um passeio por diferentes culturas e países através da música.

#lives

14ª edição do IC Encontro de Artes | Acesse aqui
De 23 a 27 de agosto, das 9h às 18h
Até R$ 6,39
O evento reúne 10 proposições artísticas que se encontram em torno do lema “Arte Dá Trabalho” em apresentações nas plataformas digitais – e nas ruas de Salvador (BA) numa programação que traz produções e adaptações inéditas, além de modos diferentes de fruição. As performances “Teletrabalho Normal”, de Cláudia Müller (MG/SP), “A Babá Quer Passear”, de Ana Flávia Cavalcanti (RJ), “Bola de Fogo”, de Fábio Osório Monteiro (BA), e “Visitas Desanimadas”, do Palhaço Klaus (SP), são alguns dos destaques. O IC apresenta ainda o “TOCA! Happy Hour”, com a participação de 12 artistas da música contemporânea da Bahia: Tiganá Santana, Josyara, Hiran, Yan Cloud, Jadsa, Vírus, Neila Kadhí, Ian Lasserre, Fatel, Mirceia Jordana, Juli e Andrezza Santos.

 

Josyara por Julia Rodrigues

Josyara por Julia Rodrigues

Sonido Sessions
Quarta (25/8), às 20h30 no Canal Music Box e a 21h no YouTube do Se Rasgum
Ingressos colaborativos
No último capítulo do festival dedicado à música instrumental e experimental promovido pela Se Rasgum Produções, a despedida fica por conta do encontro inédito no palco do projeto Guitarrada das Manas e de Waldo Squash. Foram quatro capítulos que reuniram um recorte especial contemporâneo e de resgate da nova música amazônica proporcionando encontro de geraçõe. A Guitarrada das Manas é um duo paraense que traz na sua sonoridade experimental uma mistura de três vertentes: oitentista, world music e a clássica guitarrada paraense, num encontro com o DJ, produtor musical e compositor Waldo Squash reconhecido na cena brega paraense com o estilo eletromelody, uma evolução do tecnobrega. Ele liderou a Gang do Eletro, além de trabalhar com grandes artistas como Gaby Amarantos.

Afetos | Instagram @casanaturamusical 
Quinta, 26 de agosto, 19h
Grátis
Na semana da Visibilidade Lésbica, as artistas baianas falam sobre amor, família e maternidade, trazendo alívio e descontração – Márcia Castro e sua parceira são mães de Maria Flor, que nasceu no início de agosto. Já Lan Lanh espera gêmeas de Nanda Costa, sua mulher. Na oportunidade, elas também falam sobre as questões que pautam o dia 29 de agosto (Dia da Visiblidade Lésbica), data muito importante para a comunidade que relembra lembra do 1º Seminário Nacional de Lésbicas – Senale (hoje Senalesbi), que aconteceu dia 29 de agosto de 1996.

Festival Imersivo das Favelas (FIF) | Youtube
Dias 27, 28 e 29 de agosto
Grátis
Amplificar vozes de artistas e VR filmmakers negros e indígenas de periferias e zonas rurais de todo o Brasil. Este é o objetivo do FIF, que ganha sua primeira edição, em formato online. A proposta é potencializar a atuação revolucionária de jovens inovadores que trabalham com tecnologias sociais, ancestrais, low tech e high tech, a partir das artes visuais e mídias imersivas. O FIF terá como obra principal a experiência “Na Pele VR”, primeiro documentário em realidade virtual interativo produzido no Complexo do Alemão, que foi estreado no IDFA 2020 – Doc lab Competition for Digital Storytelling e teve apresentação ilustre no festival South by Southwest (SXSW), no Texas. Programação completa aqui.

Viva Voz: Festival de Poesia | YouTube
27, 28 e 29 de agosto
Grátis
Para homenagear a força da poesia brasileira, a Companhia das Letras apresenta lives com grandes nomes em seu canal no Youtube. Estão confirmados Paulo Henriques Britto, Edimilson de Almeida Pereira, Angélica Freitas, Fabricio Corsaletti, Mel Duarte, Natasha Félix, Caetano Galindo, Ana Martins Marques e Marilia Garcia. As conversas serão mediadas por livrarias parceiras da editora.

#música

Gaby Amarantos e Liniker | Amor pra Recordar
Emoção e sensibilidade: duas características fortes que acompanham o clipe de “Amor Pra Recordar”, novo single de Gaby Amarantos com participação de Liniker, que já está disponível nas principais plataformas digitais e em seu canal no YouTube. Além do feat anunciado, Gaby também trouxe para atuação na produção cinematográfica, seu filho Davi de 12 anos, sua sobrinha Ana Vitória de apenas 5 anos e sua irmã.

Chico César e Zeca Baleiro | Respira
Com argumento de Chico e Zeca, o clipe acompanha a passagem do tempo com imagens captadas por eles durante o isolamento em suas casas, até a composição de “Respira”, uma das mais de 20 canções compostas ao longo desse último ano e que marcou a retomada da parceria inaugurada há quase 30 anos.

Fabriccio | Selva
A obra traz releituras do extinto disco Jungle (2017), além das faixas bônus “Me Abraça”, com participação da Tuyo, e a inédita “Teu Pretim Remix”, com participação de Drik Barbosa e produção de Rafa Dias (RDD, ÀTTØØXXÁ). E ainda conta com Tássia Reis, em “Preta”.

Amanda Magalhães | Nem Luxo, Nem Lixo
Em seu primeiro cover da obra de outros compositores, Amanda Magalhães traz uma versão deliciosa da canção de Rita Lee, gravada em 1980 no álbum “Lança Perfume”. A ideia de fazer o registro surgiu como sugestão de seguidores da artista nas redes sociais. “Foram pedidos que conversaram muito comigo por
ser uma grande fã da Rita, esse grande ícone da música brasileira , ter escutado muito ela ao longo da minha vida e da minha formação musical”, conta Amanda.

Bebé Salvego | Bebé
Após 8 anos dedicados à sua carreira musical, Bebé apresenta em todas as plataformas digitais seu primeiro e homônimo álbum. Produzido por Sérgio Machado, projeto traz à tona um som com elementos eletrônicos e estética minimalista, passando pelo indie pop, house, hip hop, trap e industrial.
Produzido por Sérgio Machado Plim, o projeto conta com as participações especiais de Ana Frango Elétrico, Fabriccio, Vitor Milagres e Lello Bezerra.

Dan Abranches | Titan
Titan é uma palavra grega que significa “gigante”. Foi assim que Dan se sentiu depois de ter passado por um processo emocional intenso, de muitos altos e baixos, por conta da depressão. “Sou uma pessoa trans que só se assumiu aos 28 anos, então eu vinha carregando muita coisa há muito tempo”, ele conta. O álbum chega com 10 faixas que falam sobre temas como suicídio, depressão, ansiedade, paranóia, e, agora, culminando no sentimento de libertação.

Cris Caffarelli | Lares
Estabelecida como instrumentista a partir de trabalhos com Marina Lima, Dado Villa-Lobos, Toni Platão e Banda Panamericana, Cris se mostra uma cantautora de personalidade em “Lares”, rica coleção de canções pop/folk e outras levadas que tem tudo para ser a fundação de uma longa carreira. “Lares” originalmente iria parar em nove composições, mas ganhou um +1 irresistível em “Samba do Juízo”, um Feat. com Roberta Sá em que Cris mostra suingue e gasta um pouco do jurisdiquês aprendido em cinco períodos de Direito para falar de uma relação amorosa. O disco traz ainda participações de Tony Platão, Barone e da harpista Cristina Braga.

#filme

Rede Radioca – NoSSAs Casas Doc Show | Youtube
Dias 28 e 29 de agosto, às 17h
Grátis
O Festival Radioca se transforma em doc show que celebra música, casas de shows e a cidade de Salvador. Ao todo são apresentados seis shows da Bahia foram gravados nos cenários da Casa da Mãe (Rio Vermelho), do Mercado Iaô (Ribeira), da Senzala do Barro Preto (Curuzu) e do Teatro Gamboa (Aflitos), embalando a documentação de suas histórias e contextos culturais. No primeiro dia, o público assistirá às performances de Ilê Aiyê, Manuela Rodrigues e MiniStereo Público; no segundo, Taxidermia, TrapFunk&Alivio e A Trupe Poligodélica. Vale conhecer ainda a Campanha #EuAbraçoNoSSAsCasas, em prol da Casa da Mãe (Rio Vermelho), Mercado Iaô (Ribeira), Senzala do Barro Preto (Curuzu) e Teatro Gamboa (Aflitos).

#podcast

Laboratório de Mundo
Jovens ativistas sociais, seja no veganismo ou na política, Ellen Monielle e Thiago Torres (‘Chavoso da USP’, como é conhecido), desde cedo promovem um debate consciente e acessível em suas respectivas redes. Digitalmente conhecidos pelos perfis @eco.fada e @chavosodausp, respectivamente, os convidados do terceiro episódio do Laboratório de Mundo, podcast do Festival CoMA, se unem à apresentadora Linn da Quebrada para dialogar sobre autocuidado. Por um olhar crítico e fiel à realidade em que vivem, o trio perpassa as noções da ideia de cuidar de si, mas sem deixar de olhar para o próximo e o meio ambiente.

Nó na Garganta
O programa conta com 14 episódios, feitos para a Escola de Choro de São Paulo, que buscam apresentar em linguagem popular, limpa de termos técnicos e compreensível a não-especialistas, histórias tanto de dentro das rodas de choro quanto criadas por acadêmicos. Costurando as histórias do choro à História do país, os episódios abordam diversos assuntos importantes e sempre urgentes relacionados a questões de gênero, classe e identidade racial. Há três séries disponíveis: ‘Telecotecos Africanos e Brasileiros’, sobre tradição oral e fundamentos africanos da música brasileira; ‘Timbres e Seus Gênios’, focado nos sons e detalhes de instrumentos criados por músicos brasileiros; e ‘Mulheres no Choro’, sobre a presença feminina no choro, contada desde suas experiências pessoais.

#livro

Emma e o sexo, de Ilana Eleá
Uma jovem antropóloga sueca, especializada em sexualidade, chega ao Rio de Janeiro para realizar uma pesquisa de campo sobre amor, sexo e empoderamento feminino, referente ao mestrado em Antropologia que cursa na Universidade de Estocolmo. Filha de pai brasileiro e mãe sueca, Emma costuma passar férias no Rio desde criança, mas, dessa vez, em meio a sua investigação acadêmica, algo inédito lhe sucede – e, inebriada pelos acontecimentos que se desenrolam no romance, entrará em um labirinto de descobertas sobre seus desejos, fantasias e experimentos em torno do próprio corpo. Este é o eixo central do livro lançado agora pela e-galáxia. Em seu terceiro título, a autora carioca Ilana Eleá, que vive na Suécia desde 2011, adentra, de maneira inaugural, o gênero erótico e lança o primeiro pilar de uma trilogia.

#visuais

Memórias de uma epidemia pelo Google Arts and Culture
28 de agosto, sábado, às 17h
Grátis

Com o intuito de rememorar a história da epidemia da Aids no país, e como parte das comemorações do mês do orgulho, o Museu da Diversidade Sexual, em parceria com a Associação da Parada do Orgulho LGBTQIA+ de São Paulo e o Acervo Bajubá, lança a exposição Memórias de uma epidemia pela plataforma Google Arts and Culture. Esta iniciativa registra e celebra as vidas impactadas pela epidemia e as resistências de pessoas e de grupos organizados frente ao seu avanço, assim como os desafios para o seu enfrentamento no presente. A exposição é composta por quatro fragmentos que serão lançados em momentos distintos, perpassando os seguintes temas: as imagens da Aids na mídia, a luta da sociedade organizada e dos coletivos de solidariedade, as respostas públicas e os aprendizados no enfrentamento à epidemia e as produções estéticas do HIV/Aids.

#cênicas

Animadinhos Ciberteatro | Youtube da Firjan SESI
Dias 25 e 26/08, às 18h
Grátis
A proposta une o cinema e as novas tecnologias ao teatro de formas animadas. Três companhias cariocas sobem ao palco para colocar a sua criatividade à mostra e experimentar uma transmissão de teatro on-line que foge do convencional e exibe até um boneco digital manipulável. Mas não para por aí. Em vez do plano aberto, novos ângulos e formatos do audiovisual serão apresentados com o objetivo de prender a atenção do público infanto-juvenil e criar uma espécie de palco virtual.

Lugar da Chuva
27 de agosto a 5 de setembro
Grátis
Youtube do Frêmito TeatroFacebook do Teatro Paulo Eiró

Espetáculo criado a partir do intercâmbio entre o coletivo amapaense Frêmito Teatro e o Agrupamento Cynétiko, grupo paulistano que viajou até Macapá para colaborar na criação do espetáculo, faz temporada digital. A peça, que conta a trajetória de dois viajantes que navegam por terras amapaenses, apresenta uma visão sobre o Amapá tanto do ponto de vista de quem é nativo, quanto do olhar “de fora”, buscando um lugar de troca onde se possa construir a reflexão.

#delivery

Cervejaria da Cidade em Biomas Brasielira
No ano em que completa 10 anos de história, a Cervejaria Nacional, com unidades nos bairros de Pinheiros e Tatuapé, segue em clima de comemoração e repleta de novidades. A fábrica-bar mais querida da cidade lançará neste segundo semestre a campanha DNA Nacional, inspirada nos biomas brasileiros. Os primeiros rótulos que serão apresentados são Pampas e Cerrado, a partir de 23 agosto, e Caatinga, no dia 06 de setembro. Todas as cervejas serão elaboradas com ingredientes característicos de cada solo e região do país e estarão disponíveis no balcão e delivery da antes característicos de cada solo e região do país e estarão disponíveis no balcão e delivery da casa.

Petite DAMA
As empresárias, que há 10 anos comandam a Dama, uma das principais confeitarias de São Paulo, se lançam na nova empreitada a convite da rede de supermercados Mambo. Com um simpático deque externo e uma vitrine de fazer perder o rumo das compras, a loja abre diariamente das 8h às 21h e foi pensada para ser um espaço de soluções ― seja para tomar um café bem acompanhado de um doce ou comprar uma sobremesa para impressionar. O cardápio, desenvolvido por Daniela e Mariana exclusivamente para a marca, vai do café da manhã e da tarde, até um almoço informal ― com croissants, sanduíches, saladas e tortas. O destaque, é claro, fica por conta da linha de pâtisserie.

Original 25 Anos
Há 25 anos São Paulo ganhava o bar Original, um boteco de verdade, lugar simples e alegre que trata o chopp como rei e a clientela, como amiga de longa data. Para celebrar, neste agosto de 2021, o bar convidou o chef mineiro Fred Trindade, um craque da cozinha de bar, para rechear o cardápio da casa com algumas novidades. Entram em cena oito petiscos, um sanduíche e três pratos com a assinatura de Trindade passam a tabelar com os clássicos do Original. Destaque para a Besteira de torresmo (R$ 49) feita com barriga de porco, molho barbecue e pimenta-biquinho e para o arroz malandro feito com castanhas, vegetais e ovo frito (R$ 49).

 

Publicidade

Gaby Amarantos e Liniker por Rodolfo Magalhães


Gabriela Rassy
Jornalista enraizada na cultura, caçadora de arte e badalação nas capitais ensolaradas desse Brasil, entusiasta da cena musical noturna e fervida por natureza.