Debate

Ativista de movimento antimáscara morre vítima da covid aos 30 anos

Redação Hypeness - 31/08/2021

O ativista Caleb Wallace, um das lideranças do movimento anti-máscara nos EUA, faleceu aos 30 anos vitimado pela covid-19. O estadunidense – que também era contra as vacinas – estava internado desde o dia 8 de agosto pela doença e acabou sucumbindo à doença.

– Antivacina morto pela covid tirou foto com respirador para mostrar arrependimento 

O estadunidense resistiu à internação e à própria testagem da doença e tentou se tratar em casa com vitamina C, ivermectina, zinco e ácido acetilsalicílico, mas nenhum dos tratamentos tiveram efeito contra o vírus, afinal, a ciência comprova que eles são ineficazes contra a covid-19.

Caleb Wallace faleceu em decorrência da covid-19; o texano de 30 anos não tomou a vacina e se recusava a utilizar máscaras para se proteger da doença, se declarando como um ‘defensor da liberdade’

Caleb deixa três filhos e sua esposa, Jessica, grávida de uma quarta criança.

Ele fazia parte do San Angelo Freedom Defenders, um grupo de negacionistas da pandemia de San Angelo, cidade no interior do estado do Texas. Em um ato em novembro do ano passado, Caleb chegou a dizer que “a liberdade é mais importante que a saúde das pessoas”.

– ‘Maior erro da vida’, diz professor que não se vacinou e teve covid grave

“Ele era tão cabeça-dura. Não queria ir ao médico, porque não desejava fazer parte das estatísticas dos exames de detecção de Covid”, disse a esposa, Jessica Wallace, em entrevista ao San Angelo Standard.

Como nos EUA não existe sistema público de saúde, a família de Caleb teve de arrecadar fundos para ajudar o ativista com despesas médicas. Foram arrecadados mais de 52 mil dólares para o tratamento de Wallace.

“Meus amigos e familiares perguntaram como ajudar, mas, no começo, isso não era uma preocupação. Só que, depois de duas semanas de internação, com Caleb fora, as contas começaram a chegar, e eu não estava preparada para isso”, contou Jessica.

– Covid mata religioso antivacina e que gravava vídeos zombando da pandemia 

Os EUA sofrem com um surto de covid-19 causado pela variante delta em conjunto com o movimento anti-vacina. Por lá, os hospitais chegam em seu pico de lotação e há estados com menos de 40% das pessoas vacinadas e não é por falta de oferta das doses (vale relembrar que o país foi o maior comprador de vacinas contra a covid-19 entre 2020 e 2021, com mais de 1 bilhão de doses acumuladas no total). Dados da Associated Press mostraram que 33% dos adultos americanos não querem se vacinar contra a covid-19.

Publicidade

Fotos: Reprodução/Youtube


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.