Debate

Educação tem menor investimento em 10 anos e ministro defende ‘universidades para poucos’

Redação Hypeness - 10/08/2021

Em entrevista à TV Brasil, o Ministro da Educação Milton Ribeiro afirmou que as ‘universidades são para poucos’. A fala se combina com a recente apuração de que o Ministério teve o menor investimento nos últimos dez anos. A redução do investimento em educação básica é uma das maiores vistas na história do país. A queda é de 47% no investimento na comparação entre 2016 e 2020.

– Ministro da Educação diz que criança pode socializar na igreja ao defender homeschooling

Dados apontam que o investimento somado nos dois anos de governo Bolsonaro dá pouco mais do que o pior ano de investimento durante a gestão Dilma Rousseff, encerrada, na prática, no ano de 2015. Os resultados do pouco valor dado pelo governo e pelos parlamentares à educação.

Redução no investimento em educação prejudica universidades federais, cursos técnicos e acaba prejudicando o ensino básico

Os valores se referem ao ‘gasto de investimento’, termo utilizado para designar valores empregados com enfoque na expansão da oferta ou melhoria do ensino público no Brasil. Resumidamente, são todos os gastos que não se referem à salários ou manutenção de equipamentos do Ministério da Educação (que também foram reduzidos, mas essa é outra história).

Os gastos de investimento em 2020 somaram R$ 3,9 bilhões. Em 2012, o valor chegou a ser de R$ 12 bilhões, três vezes mais do que o investido atualmente. Os valores são atualizados com a inflação pelo IPCA, e, portanto, o caso mostra que a educação pública brasileira está perdendo seu horizonte.

– Projeto de ‘ideologia de gênero’ volta ao radar do governo federal após veto no STF

“A situação é extremamente complexa e delicada, não conseguimos executar nosso planejamento e mesmo tocar a própria consolidação da rede”, diz a professora Sônia Regina de Souza Fernandes, presidenta do Conif (Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica), à Folha de São Paulo.

Milton Ribeiro afirma que ‘universidade é para poucos’

O pastor Milton Ribeiro deu uma polêmica entrevista à TV Brasil, emissora do governo federal, afirmando que a ‘universidade é para poucos’. O chefe da pasta da educação disse que a alta oferta universitária no Brasil é a causa para que profissionais com alta qualificação – como engenheiros e advogados – estejam se ocupando como motoristas de Uber. Para ele, o foco da educação superior deveria ser em ensino técnico.

Pastor e advogado, Ministro da Educação Milton Ribeiro dispara elitismo comum ao cargo nos últimos dois anos ao afirmar que a educação superior no Brasil deve ser para poucos

Veja o absurdo:

A fala do pastor desconsidera a parte principal que justifica a grande quantidade de subempregados no Brasil: o desemprego. Em um país que não cresce acima dos 3% desde 2015, a crise econômica se mostra como a principal motivação para que profissionais de alta capacidade estejam mal empregados. Com falta de investimento público em políticas de emprego, a situação se torna cada vez mais insustentável.

– Ministério da Educação retira cotas na pós-graduação para negros, indígenas e deficientes 

Vamos olhar para os dados: segundo a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), apenas 21% dos adultos brasileiros de 25 a 34 anos tem ensino superior, número muito abaixo da média dos outros países que compõem o órgão internacional, que é de 44%. Fazem parte da OCDE países como EUA, Portugal, Chile, Reino Unido e França. O relatório foi feito em 2019.

Portanto, não há advogados, engenheiros, cientistas demais. Há investimento de menos. E há pouca coragem para enfrentar o real problema desse país atualmente: o desemprego. Mas o governo federal não parece estar interessado nessa conversa.

Publicidade

Fotos: Destaques e Foto 1: Isac Nóbrega/PR Foto 2: Marcelo Camargo/Agencia Brasil


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.