Sustentabilidade

Energia eólica pode ser gerada por turbinas de pequeno porte no alto de edifícios

Redação Hypeness - 18/08/2021 | Atualizada em - 20/08/2021

Uma pesquisa feita no Instituto de Energia e Ambiente da Universidade de São Paulo (IEE/USP) para uma dissertação de mestrado trouxe boas notícias sobre energias renováveis em grandes centros urbanos. Segundo o relatório, é possível gerar energia eólica no topo de prédios altos utilizando pequenas turbinas.

– Shine Turbine: um carregador de eletrônicos portátil movido a energia eólica

O projeto foi elaborado pelo engenheiro elétrico Leonardo Alberto Hussni Silva, que decidiu investigar a dinâmica dos ventos nas cidades após perceber que não havia dados suficientes falando sobre o assunto. 

No Brasil, a produção de energia eólica vem se expandindo cada vez mais, porém, o crescimento ainda é bastante limitado, principalmente a produção em pequena escala, voltada para os centros urbanos, em sistemas eólicos on-grid – conectados diretamente à rede elétrica“, explicou Leonardo, em entrevista ao “Jornal da USP“.

Para o estudo, sensores foram colocados em torres meteorológicas instaladas no alto do prédio da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo. O equipamento recolheu dados de 2014 a 2018 a fim de entender se seria possível a obtenção de energia por esse método. Entre as variáveis analisadas estavam direção do vento, velocidade, intensidade e temperatura. 

– Schoonschip: o bairro flutuante, sustentável e autossuficiente em Amsterdã

Os tipos de hélices usadas no alto do prédio da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo.

Leonardo utilizou quatro tipos de aerogeradores de pequeno porte para fazer a avaliação, sendo que coube à Proven 2.5 o melhor desempenho entre todas. Ela gerou uma energia estimada em 4.330 kWh/ano. De acordo com o jornal, o valor seria suficiente para alimentar duas casas. A velocidade média detectada pelos aparelhos foi de 3,92 metros por segundo, com picos de até 5,0 m/s entre os meses de setembro e novembro. 

Apesar das novidades serem positivas no geral, o custo de compra e instalação do equipamento, que é importado, é muito caro, o que prejudica a viabilidade do investimento. De acordo com o pesquisador, seriam necessários 16 anos para quitar o valor pago pelo projeto, cerca de R$ 43 mil. 

Publicidade

Destaques: Getty Images // Foto 1: Getty Images / Foto 2: Arquivo pessoal


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Warning: array_map(): Expected parameter 2 to be an array, bool given in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/part/publicidade/outbrain.php on line 2

Warning: array_intersect(): Expected parameter 2 to be an array, null given in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/part/publicidade/outbrain.php on line 11