Ciência

Experimento com teletransporte quântico consegue 90% de precisão em uma distância de 44 km

Redação Hypeness - 06/08/2021 | Atualizada em - 09/08/2021

Uma pesquisa do Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech) conseguiu fazer o teletransporte de partículas de informação quântica (qubits) com 90% de precisão em um raio de 44 quilômetros de distância. O estudo é considerado um grande passo para a computação quântica e expande as possibilidades dessa área de conhecimento extremamente avançada e complexa.

– Quase um teletransporte: Avião hipersônico da China promete cruzar o mundo em 2 horas

Uma internet quântica iria alterar drasticamente a forma como comunicamos; estudo prova que essa realidade está mais próxima do que imaginamos

Basicamente, a computação quântica é uma forma avançada de tecnologia que utiliza qubits. Os bits são as formas básicas de informação da nossa atual tecnologia de computação: são pulsos elétricos que variam entre 0 e 1 para criar todas as informações que vemos no nosso computador, smartphone ou televisão inteligente. Os qubits são os bits quânticos, feitos de fótons – luz – e não são binarizados. Segundo os cientistas, um qubit pode ser simultaneamente 0 e 1, alterando a dinâmica da computação em um geral.

As TVs quânticas já existem: TV Oled x Qled: quais as diferenças e qual modelo comprar?

O desenvolvimento de computadores quânticas já é bastante avançado, mas a possibilidade de criar uma rede de dados quânticos pode alterar também a forma como nos conectamos e a internet. Os pesquisadores da caltech compararam a transmissão de qubits por fibra ótica e observaram que a rede pode ser extremamente precisa.

“Estamos entusiasmados com esses resultados. Esta é uma conquista fundamental no caminho para a construção de uma tecnologia que redefinirá a forma como conduzimos a comunicação global”, afirmou Panagiotis Spentzouris, um dos autores do estudo, que foi publicado da Physics Review, uma das mais antigas publicações sobre física do mundo.

– Stephen Hawking estava certo em previsão de 50 anos atrás sobre buracos negros

“Estamos muito orgulhosos de ter alcançado este marco em sistemas de teletransporte quânticos sustentáveis, de alto desempenho e escaláveis”, disse a física Maria Spiropulu, da Caltech. “Os resultados serão melhorados ainda mais com as atualizações do sistema que esperamos concluir no segundo trimestre de 2021”. Será que estamos próximos de mais uma revolução tecnológica?

Publicidade

Fotos: © Getty Images


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.