Debate

Glória Menezes e Tarcísio Meira: como luto na 3ª idade deve ser encarado pela família

Yuri Ferreira - 16/08/2021

Glória Menezes recebeu alta do hospital no dia de hoje, após se curar da covid-19. Muito tem se especulado sobre a reação da atriz à morte de seu esposo, Tarcísio Meira, pela mesma doença. Juntos há 59 anos, o casal era um símbolo da dramaturgia brasileira, mas a perda de um deles para a pandemia nos faz refletir sobre o processo de luto na 3ª idade.

Tarcísio Meira e Glória Menezes foram casados de 1962 a 2021; casal se tornou símbolo do amor na tevê brasileira

A morte de Tarcísio Meira já foi duramente sentida pelos familiares do casal. Tarcísio Filho, único descendente do casal, fez um depoimento emocionante para o Fantástico no último domingo:

– Fernanda Lima perde o pai para o coronavírus e cita crueldade do luto imposto por pandemia 

Ele também reforçou a importância da vacina contra a covid-19.

A psicologia tem um extenso trabalho sobre o processo de luto. Em casos de pessoas da terceira idade que perdem seus cônjuges, o sentimento de perda é duro e, para Freud, pode ser um dos momentos mais simbólicos sobre a finitude da vida.

“Acreditamos que a morte é vivida simbolicamente nas perdas vivenciadas na velhice. Ao lidar com essas perdas, o idoso lida inevitavelmente com a morte, e vivencia o processo de luto. Envelhecimento e morte estão simbolicamente atrelados, de maneira marcante,na sociedade e na cultura. Dessa forma, nos parece que a compreensão sobre como essas perdas relacionadas à velhice são vividas está intimamente intricada ao entendimento do processo de luto”, explicam Jamille Mamed Bomfim Cocentino e Terezinha de Camargo Viana, no texto ‘A velhice e a morte: reflexões sobre o processo de luto’.

– Psicóloga explica por que devemos deixar amigos sofrerem ao invés de simplesmente tentar animá-los 

Essa dor deve ser compreendida pelos filhos e outros jovens da família. Em um processo que pode durar meses e até anos, essas perdas representam questões extremamente delicadas. E a incompreensão pode fazer com que essa dor seja ainda mais profunda e angustiante.

Glória Menezes não pôde ir ao enterro de Tarcísio Meira por estar se recuperando da covid-19

“Muitas vezes, os mais jovens tentam impor aos idosos aquilo que lhes parece ser melhor, mas isso é uma falta de respeito à sua autonomia”, afirma o psicólogo e especialista em luto Luiz Henrique Michel à Gazeta do Povo.

Glória Menezes acaba de se recuperar da covid-19 e dificilmente comentará o assunto na imprensa nos próximos dias e quem sabe até nos próximos meses. A dor desse sentimento deve ser compreendida não só pelos familiares, mas especialmente pelos fãs (em tempos de redes sociais, é necessário dizer o óbvio, não é?).

Desejamos a melhor das recuperações para Glória, Tarcísio Filho e todos os familiares de Tarcísio Meira. O Brasil segue de luto pela morte desse homem que foi símbolo da arte no nosso país.

Publicidade

Fotos: Reprodução/TV Globo


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness.