Viagem

O lago de água doce mais transparente do mundo fica na Nova Zelândia

Vitor Paiva - 23/08/2021

Rotomairewhenua é o nome de um dos lagos mais bonitos da Nova Zelândia e do mundo – e oficialmente o de água mais transparente em todo o planeta, em título testado, confirmado e reconhecido pela ciência. Apelidado de Blue Lake ou Lago Azul, o corpo de água é localizado no Parque Nacional Neozelandês Nelson Lakes, e se alimenta diretamente da água do glacial no lago Constance, que passa por uma série de represas e detritos antes de chegar, completamente translúcida, ao Lago Azul.

Lago Rotomairewhenua

O azul do Rotomairewhenua visto de cima – bem como o fundo do lago © Wikimedia Commons

-Conheça o incrível lago rosa da Ucrânia

Atestado pelo Instituto de Pesquisas Hidráulicas e Atmosféricas da Nova Zelândia (NIWA) como o corpo de água fresca mais claro já conhecido pela humanidade, o Lago Azul neozelandês é de tal forma transparente que não é metafórico afirmar que sobre ele os barcos parecem voar: basta uma olhada rápida em qualquer foto para concluir que, por lá, tal máxima é literal. O lago, sagrado para o povo Maori, é parte do sistema do Rio Buller, mas próximo dos alpes do sul do país, e qualquer tipo de mergulho é estritamente proibido.

Lago Rotomairewhenua

Um barco “voando” sobre as águas do Rotomairewhenua © Facebook

Lago Rotomairewhenua

A cor “real” da água mais pura pode ser notada na transparência do lago © Facebook

-Os jardins de água da arquiteta Junya Ishigami parecem magia ou ilusão de ótica

O lago é localizado dentro da área do povo Ngāti Apa ki te Rā Tō, e o nome Rotomairewhenua na língua Maori faz justiça à sensação de olhar as imagens, e quer dizer “o lago das terras pacíficas” – a luta pela conservação do local e de sua intocada e frágil natureza, no entanto, é intensa. A única permissão concedida pelo povo Maori e o NIWA para que alguém entrasse nas águas do Rotomairewhenua ocorreu em 2013 por motivos de conservação, quando o ambientalista e fotojornalista dinamarquês Klaus Thymann pôde registrar a inacreditável transparência do lago.

Lago Rotomairewhenua

A visibilidade no lago chega a 80 metros © Klaus Thymann

Lago Rotomairewhenua

Trata-se de visibilidade equivalente ao da água destilada e mais pura do mundo © Klaus Thymann

-Aspirantes a influencers confundem lixão tóxico com lago paradisíaco

O título de corpo de água mais transparente do mundo foi dado ao lago a partir de um estudo de 2011, que determinou sua a visibilidade do Rotomairewhenua entre 70 e 80 metros de distância – superando consideravelmente os 63 metros de visibilidade antes registrados na nascente Te Waikoropupū, também ao sul da Nova Zelândia. Para se ter uma mínima ideia da intensidade da limpeza das águas do Lago Azul, sua visibilidade é a mesma da água quando destilada, em seu estado mais puro.

Lago Rotomairewhenua

A explicação está no caminho da água, filtrada ao longo de represas, até chegar ao lago © Klaus Thymann

Publicidade

© fotos: créditos


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.