Arte

Wet Vivid Dreams: projeto publica e estimula a produção de contos eróticos com oficinas e imersões

Redação Hypeness - 16/08/2021

Com o mínimo contato humano, o isolamento social necessário para conter a Covid-19 geraram uma onda de solidão e carência. Como uma forma de escape para esses duros tempos, a jornalista Paula Jacob tirou da gaveta uma série de contos eróticos compartilhados no perfil Wet Vivid Dreams.

Como uma fuga própria às regras e à rigidez do texto jornalístico e como exercício poético, ela passou a escrever os contos ainda em 2018.

“A ideia não era fazer um conto erótico, mas a história foi caminhando para isso e aconteceu. Fiquei surpresa com o resultado final. Dei a mim mesma a chance de escrever outras histórias e a coisa foi rolando. Compartilhei com algumas amigas próximas, tive bons feedbacks, o que me motivou a seguir”, conta.

Em 2020, com o efeito da “carentena”, pessoas falando muito sobre falta de sexo, de erotismo, ela decidiu colocar seus versos no mundo. No início, o projeto que une texto e imagem tinha a participação da ilustradora Brunna Mancuso, que em breve deve voltar em colaborações esporádicas.

Hoje, Paula cuida da parte visual e textual do perfil. “Tenho feito contos longos, divididos em duas partes, para quem busca algo mais imersivo. Também faço pequenos contos e poemas para inspirar o dia a dia. E os micro contos, que adoro fazer em formato de ‘recadinhos’, à mão mesmo, como uma pílula erótica para despertar as pessoas para esse olhar cotidiano”

Os contos são pensados sempre a partir da perspectiva feminina, por uma decisão editorial de Paula pensando que o controle e o conhecimento da sexualidade foram renegados às mulheres ao longo da história.

Ter domínio das suas vontades, do que te toca, do que te dá tesão, onde você prefere, o que você não gosta, é um poder de autoconhecimento gigantesco

Como explica Paula, o conteúdo também é feito para que os leitores entendam que o erótico está em tudo: no banho, na pele, no toque do tecido, no observar, no sexo com o @ de anos, nas aventuras que se pode propor dentro de um relacionamento (de um dia, um mês, 20 anos)…

“É sobre se permitir explorar a si mesma, sem vergonha, sem amarras, sem tabus. E poder conversar abertamente com quem se relaciona, trocar com as amigas… Tirar o peso de cima de algo que deveria ser natural”.

Agora, a escritora lança um curso imersivo sobre escrita erótica, dividido em dois encontros, ambos com teoria e atividades práticas para despertar nosso potencial criativo. Os encontros virtuais acontecem nos dias 21 e 28 de agosto, com inscrições através do link.

Confira alguns dos micro contos eróticos abaixo e no perfil do Wet Vivid Dreams no Instagram:

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.