Inovação

Whatsapp Pay: 5 passos para enviar ou receber dinheiro sem dor de cabeça

Vitor Paiva - 27/08/2021

Se hoje o Whatsapp é o meio de comunicação preferido do Brasil, aos poucos o app vai se tornando também a mais rápida e eficaz forma de transferência financeira entre pessoas físicas, bem como solução para pequenos negócios e comércios informais no país.

Trata-se do Whatsapp Pay, uma novidade recentemente oferecida aos usuários brasileiros, que permite transações diretas e imediatas entre contatos, sem cobrança de taxas e com a devida segurança oferecida pela criptografia do app, bem como os sistemas de proteção dos smartphones e das bandeiras como a Mastercard, que efetivamente realizam o serviço – e sem precisar sequer clicar em outro aplicativo para transferir um valor.

-Whatsapp Pay atende demanda por transferência ágil de maioria da população

O serviço, portanto, já está disponível aos mais de 120 milhões de usuários do Whatsapp no Brasil, com validade atestada pelo Banco Central, permitindo no momento transações de até R$ 1.000,00 por movimentação, com limite de R$ 5.000,00 por mês – em até 20 transferências permitidas por dia. Dessa forma, a novidade pode facilitar a vida dos pequenos negociantes e trabalhadores informais – substituindo, por exemplo, transações custosas ou a necessidade de uso das maquininhas de cartão – mas também necessidades pessoais, entre familiares e amigos.

-Como o Whatsapp Pay pode ajudar na recuperação da economia

E o que é preciso fazer para o usuário começar a utilizar o Whatsapp Pay e realizar sua primeira transação pelo aplicativo? O processo é simples e fácil, e pode ser explicado em cinco passos: as movimentações são feitas através do Facebook Pay, serviço de pagamento virtual da rede social que justamente permite a transferência de valores, e a configuração pode ser feita pelo Facebook ou pelo próprio Whatsapp de forma fácil e intuitiva.

1) Abra o Whatsapp;

2) Acesse a parte de “Pagamentos” dentro das configurações e, dentro, a parte do serviço “Facebook Pay”, para inserir forma de pagamento;

3) Aceite os termos e condições e insira os dados do cartão de débito Mastercard através do qual se realizarão as transferências;

4) Crie seu PIN, código de segurança com 6 dígitos para maior segurança das transações – e não divida essa senha com ninguém;

 

5) Faça a primeira transferência: acesse a conversa no Whatsapp com o contato para quem deseja transferir o valor, e clique no “+” ou no clipe de papel localizado na parte inferior do app. Em seguida, clique em “Pagamentos”, insira o valor desejado, seu código PIN e pronto – simples e rápido, seu Whatsapp Pay já está funcionando.

Vale lembrar que o Whatsapp não tem acesso direto às contas bancárias nem a qualquer quantia de fato, e o serviço funciona somente como um disparador das transações: quem realiza a transferência é a tecnologia das bandeiras do cartão.

As camadas de segurança, porém, são muitas e, além daquelas oferecidas pelo Facebook Pay e a própria segurança dos smartphones – como códigos e biometrias dos aparelhos – e da criptografia do app de mensagens, quem escolher usar o Pay por um cartão Mastercard poderá contar também com um sistema tokenização oferecida pela bandeira especialmente para a novidade. Trata-se de camada extra de segurança, pela qual os 16 dígitos do cartão são substituídos por um número codificado e alternativo exclusivo, como um token para proteger as transações pelo Whatsapp Pay.

-Whatsapp Pay: Mastercard oferece camada tecnológica extra para garantir segurança

Além disso, pela Mastercard o sentido do serviço vai além da facilitação ou simplesmente dos benefícios diretos e individuais, e passa a ajudar quem mais precisa: cada transferência pela bandeira irá automaticamente doar 2 centavos para a ONG Ação Cidadania, uma das instituições mais importantes no combate à fome no Brasil.

Publicidade

© fotos: divulgação/reprodução


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.