Arte

A cerâmica minimalista e elegante de Cassandre Bouilly

Vitor Paiva - 17/09/2021

Localizado entre um utensílio e uma obra de arte, o trabalho da ceramista francesa Cassandre Bouilly é essencialmente fronteiriço: trata-se de uma escultura, mas que também é essencialmente uma peça doméstica e cotidiana – um vaso, um pote, um prato, mas em suas mais lindas e interessantes versões. Outro ponto de fronteira em seu trabalho é a própria estética e o estilo, entre o rústico e o preciso, cada peça relembra uma tradição e, ao mesmo tempo, apresenta uma noção de elegância e sofisticação que tornam os trabalhos em peças refinadas de decoração e mesmo em obras expostas.

Cerâmicas de Cassandre Bouilly

O estilo de Cassandre Bouilly usa o rústico e o minimalismo em cerâmica

-Ceramista transforma porcelana em delicadas esculturas para criar a sensação de uma pintura em 3D

Segundo o site da artista, cada peça é um convite para “uma viagem através dos materiais, das cores e texturas”. Utilizando matérias como arenito e louça de barro, trabalhando em tons terrosos e muitas vezes mantidos crus, cada obra também acaba por dialogar com a natureza em seus elementos mais puros e intocados – como a própria terra e a água.

Cerâmicas de Cassandre Bouilly

As peças são feitas em tons crus e terrosos de modo geral

Cerâmicas de Cassandre Bouilly

O rústico se torna elegante pelo talento da artista e ceramista

-Artista japonês recria objetos em cerâmicas ‘pixelizadas’ incríveis

Suas peças são únicas e totalmente manufaturadas, desenvolvidas e apresentadas em séries pequenas a partir de técnicas de modelagem e moldagem. Minimalista e ao mesmo tempo forte, seu trabalho também se traduz em pratos, xícaras, e até mesmo colheres, suportes e peças efetivamente de decoração – cada, porém, uma obra de arte diferente.

Cerâmicas de Cassandre Bouilly

As cerâmicas de Cassandre Bouilly são ao mesmo tempo peças artísticas, de decoração e utilitárias

-Swatch cria linha de relógios feitos de material biocerâmico

Formada originalmente em design têxtil, Cassandre migrou para a cerâmica como uma busca por novas técnicas e novas matérias para expressão e criação. Trabalhando em seu ateliê na cidade francesa de Nantes, a artista assina as criações de sua própria marca atualmente, mantendo a mão na massa – na terra – e sua assinatura, viva e única, para cada criação: cada vaso, cada xícara, cada peça como uma escultura em cerâmica.

Cerâmicas de Cassandre Bouilly

A artista também cria pratos, potes, copos e mesmo talheres em cerâmica

Publicidade

© fotos: Cassandre Bouilly 


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.