Debate

Caetano Veloso, chamado de pedófilo, perde ação para Marco Feliciano: ‘Perplexidade’

Redação Hypeness - 14/09/2021

Marco Feliciano (Republicanos-SP) venceu um processo aberto por Caetano Veloso. O pastor foi acusado pelo cantor de injúria, difamação e calúnia depois de ter sido chamado de “pedófilo” pelo parlamentar. 

– Johnny Depp perde ação contra jornal que acusou ator de agredir esposa

Caetano Veloso disse ter recebido a notícia com “perplexidade”

Em 2017, o deputado escreveu no Twitter: “Por que a PGR (Procuradoria-Geral da República) não pede a prisão de Caetano Veloso? Estupro é crime imprescritível”. Marco Feliciano fazia referência ao relacionamento de Caetano Veloso com Paula Lavigne, que teriam se conhecido quando o músico tinha 40 e ela, 13.

Feliciano comemorou a decisão no Twitter:

As queixas do músico não foram acatadas pelo juiz Nelson Ferreira Junior, do TJDF (Tribunal de Justiça do Distrito Federal). Além disso, Caetano Veloso foi condenado a pagar R$ 6 mil em honorários para os advogados de Feliciano. Caetano se pronunciou por meio de sua defesa. O artista disse que irá recorrer da decisão, que foi recebida com “perplexidade”, diz ele. 

– Michelle Bolsonaro bate-boca com primo que a acusou pela morte da avó por covid-19: ‘Seu moleque’

Veja, na íntegra, a nota enviada pela defesa de Caetano:

“A defesa de Caetano Veloso recebe a absolvição do pastor Marco Feliciano com bastante perplexidade. As ofensas disparadas pelo deputado nunca tiveram o intuito de criticar ou de propor qualquer debate. São ataques pessoais, reiterados, que têm por efeito, isso sim, um linchamento público da imagem de Caetano Veloso, como forma de obter maior visibilidade.

Não se pode aceitar como livre exercício do direito de crítica a atitude de quem usa o outro para alavancar popularidade, imputando-lhe falsamente crime e atos infamantes, tornando a si e à sua família alvo de seus seguidores, algo que acontece nos últimos cinco anos.

A defesa tem convicção de que reverterá essa decisão absurda no âmbito do Tribunal de Justiça do Distrito Federal.

Ticiano Figueiredo e Pedro Ivo Velloso, advogados de Caetano Veloso.”

Publicidade

Foto: Getty Images


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.